EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quarta-feira, 31 de julho de 2019

1º de agosto, acontece THINK SAMBA - 1º Happy Hour de Negócios








Pense Samba, mais que uma diversãoo samba anima e esquenta a economia carioca. Em toda a cidade do Rio de Janeiro, rodas de sambistas aumentam e se multiplicam, atraem um público que só cresce e geram renda e emprego. 
Um case de sucessoum produto genuinamente brasileiro. A Rede Carioca de Rodas de Samba, vem se movimentando para apresentar e mostrar uma gama de negócios.

Core Business da cultura brasileira! Será o 1º Happy Hour de Negócios, voltado para projeção do samba como vetor de desenvolvimento econômico e entretenimento nRio. São mais de 300 iniciativas, 9.000 postos de trabalho, 2.700 músicos e mais de 150.000 pessoas mobilizadas, com impacto econômico aproximado de R$ 10.500.000,00 (dez milhões e quinhentos mil), por mês. Vale entender esses números, criados a partir de um circuito cultural permanente, descubra como o samba carioca aquece a economia da cidade!

Não é a toa que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social escolheu a Rede Carioca de Rodas de Samba para um processo de apoio a startups. No programa BNDES Garagem, onde integrantes do grupo já estão engajados em atividades relacionadas à criação de empresa e aceleração de resultados. “A ideia é tentar aproveitar ao máximo o potencial econômico, turístico e cultural desses eventos”, alega o músico Luna. Já estiveram inclusive na II Conferência Internacional de Economia Criativa, em Fortaleza - CE, em junho. E Marcelo Santos e Wanderson Luna dividiram com representantes de diversas cidades o caso "Rede Carioca de Rodas de Samba", onde e apresentaram a importância da economia da cultura nas grandes cidades do mundo. A Rede Carioca de Rodas de Samba representou a cultura popular do Rio de Janeiro como caso de sucesso na articulação em - como uma rede para o desenvolvimento sustentável em territórios criativos.

Programação:
17h às 18h – Abertura (Recepção / Network);
18h às 18h22 – Exibição de mini documentário (22 min);
18h22 às 18h30 – Apresentação da Rede Carioca de Rodas de Samba;
18h:30 às 19h – Bate papo: Economia Criativa e o Incentivo à Cultura;
19h às 19h40 – Roda de Samba (1º set);
19h40 às 19h50 – Intervalo (música mecânica);
19h50 às 20h30 – Roda de Samba (2º set)
Autoridades, músicos e personalidades confirmadas: Renata Farah (Gerente do Departamento de Economia Criativa do BNDES), Ana Paula Moura (Coordenadora Economia Criativa SEBRAE), João Grand Jr (Instituto Pereira Passos), Otávio Leite (Secretário de Turismo), Vereador Marcelo Arar (Presidente da Comissão de Turismo), Vereador Aloísio Freitas (Presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Comunicação e Indústria e Comércio), Marquinhos de Osvaldo Cruz, Tantinho da MangueiraPaulão Sete Cordas, Renato Moura (Secretário de Trabalho e Inovação), entre outros.

Rede Carioca de Rodas de Samba
Nessa quinta - 1 de agosto. 
Local: Wework Carioca – Av. Almirante Barroso, 81, 35° andar – Centro – RJ  

Sobre a
Rede Carioca de Rodas de Samba - RS
Tem como objetivo geral promover a valorização dos sambistas e fortalecer as rodas de samba como vetor de desenvolvimento social e econômico na cidade do Rio de Janeiro. A missão é integrar e fortalecer as rodas de samba cariocas, a partir do desenvolvimento de suas potencialidades culturais, sociais, artísticas, turísticas e econômicas. Tendo como objetivos:
1 – Difundir e estimular a prática das Rodas de Samba para promover o desenvolvimento socioeconômico local e preservar as Matrizes do Samba Carioca.
2 – Promover a formação empreendedora de agentes do samba* e toda cadeia produtiva do segmento.
3 – Articular e integrar diversos agentes do samba* estimulando um ambiente de negócios para geração de renda, visando o desenvolvimento sustentável permanente do segmento.
4 – Inserir as rodas de samba no mapa das políticas culturais da cidade para estimular a economia criativa e o turismo de experiência.
Desde 2014 a RS fomenta e desenvolve projetos de Salvaguarda das Matrizes do Samba Carioca, promovendo o Partido Alto, Samba de Terreiro e Samba Enredo como Patrimônio Cultural do País.



Histórico - Em 2015, aprovaram a implementação de um Decreto Municipal (nº 41036 – 01/12/2015), cujo objetivo foi criar o Programa de Desenvolvimento Cultural Rede Carioca de Rodas de Samba, posicionando as Rodas de Samba como ferramenta de desenvolvimento territorial da cidade. Na ocasião realizaram a 1ª edição do Projeto A Roda das Rodas, que objetivou o lançamento de uma plataforma digital (Mapa Participativo), produzida em parceria com o Instituto Pereira Passos, para identificar e quantificar o número de Rodas de Samba existentes hoje na cidade.
Em 2016, criaram o conceito Feira de Samba tendo a Roda de Samba como epicentro circulada por empreendedores da cadeia produtiva do samba. Ainda nesse ano com apoio da Prefeitura, através da casa civil, idealizamos e realizamos o Projeto “Circuito Rede Carioca de Rodas de Samba”, onde atenderam cerca de 200 (duzentas) Rodas de Samba, com serviços de apoio na produção dos eventos. Por 4 meses, ofereceram Assessoria de Comunicação (Imprensa, redes sociais e designer gráfico) e cessão de infraestrutura (som, banheiros químicos e lonas), para as Rodas Associadas a RS. Tiveram a oportunidade de produzir a primeira Pesquisa de Desenvolvimento Socioeconômico da Rede, identificando o perfil social do público participante e o potencial econômico da cadeia produtiva. No mesmo ano, realizam mais duas edições do Projeto “A Roda das Rodas”, com objetivo de promover a integração entre sambistas representantes de 40 Rodas de Samba da RS.  
2017 realizaram o 1º Seminário “Rodas de Samba: Cidade, Patrimônio e Desenvolvimento”, no Memorial Getúlio Vargas, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura do município do Rio, apresentando os resultados da pesquisa realizada, que serviram de base para fundamentação de uma tese de Doutorado na Universidade Federal do Rio de Janeiro. No mesmo ano, aconteceu a 4ª edição da “A Roda das Rodas”, com objetivo de fortalecer as Rodas de Samba no cenário cultural do Carnaval da cidade e conseguimos aprovar o Decreto nº 43.423 de 17/07/2017 que liberava as Rodas de Samba de solicitar alvará municipal para realização de eventos. Ainda em 2017, criaram o projeto “Operárias do Samba”, cujo objetivo foi fortalecer o protagonismo das Mulheres na realização das Rodas de Samba. Contribuindo na construção e promulgação Lei municipal, que cria o Programa Municipal Salvaguarda, Fomento e Incentivo do Samba Carioca. No ciclo de realizações deste ano produzimos ainda, em parceria com UERJ e Rádio Nacional, o projeto Universidade de Bambas, programa de auditório para promoção da valorização das Matrizes do Samba Carioca. No final foram homenageados pela Antártica com o PRÊMIO COISA BOA GERA COISA BOA, devido ao potencial de articulação e organização em rede para preservação do Samba Carioca.
No início de 2018, o Coordenador de pesquisa da Rede João Grand Junior, responsável pela tese de Doutorado que descreve o Caso da Rede Carioca de Rodas de Samba, foi premiado pelo Itaú Cultural com artigo que destaca a RS e o papel da cultura do samba como instrumento de desenvolvimento territorial, responsável por catalisar interações sociais e produtivas na capital fluminense. No primeiro semestre, em foco com o projeto 10 Anos das Roda de Samba da Pedra do Sal, com fomento do ISS, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e a produtora Veia Cultural. Na ocasião além dos tradicionais encontros musicais das segundas feiras, produziram uma exposição de imagens dos dez anos de projetos e realizamos oficinas pedagógicas sobre a História do Samba Carioca em escolas públicas, durante o primeiro semestre do ano. Ainda no primeiro semestre veio o Programa Redes Criativas, em parceria com o Centro de Referência do Artesanato Brasileiro – SEBRAE RJ, com intuito de capacitar agentes do samba em empreendedorismo social. No segundo semestre aconteceu o 2º Seminário “Rodas de Samba: Cidade, Patrimônio e Desenvolvimento”, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e o Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro. Também no segundo semestre contribuímos na construção e promulgação Lei, que cria o Programa Salvaguarda, Fomento e Incentivo do Samba Carioca no âmbito Estadual. Construíram também, em parceria com a UFRJ, projeto de um mapa afetivo composto por depoimentos de sambistas representantes das Rodas de Samba da RS. Por fim, no ano de 2018, em parceria com o curso de mestrado Indústria Criativa da Escola Superior de Propaganda e Marketing produzimos um plano de negócios para Agenciamento Artístico das Rodas de Samba.
Em 2019, participação no programa de aceleração de Start Ups, BNDES GARAGEM, com objetivo de estruturar e testar um produto, que gere sustentabilidade financeira para Rede, pra que tenha escalabilidade e gere grande impacto. E logo no 1º semestre, veio o resultado a inserção da Roda de Samba “Festa da Raça”, como uma das atrações artísticas confirmadas no palco Favela do Rock In Rio 2019

Teatro / Sessão Extra! - SÃO PAULO SURREALISTA (Teatro do Incêndio)

Com ingressos esgotados, Teatro do Incêndio
abre sessão extra para São Paulo Surrealista

Foto : Arô Ribeiro 
 

Sem apoio e nenhum incentivo cultural, a Cia. Teatro do Incêndio reage ao atual momento de ‘estrangulamento cultural’ com programação de resistência no segundo semestre. Levante Teatro do Incêndio - Pra Vida e Revida é o nome escolhido para dar unidade a uma programação que inclui, até dezembro, cinco espetáculos do repertório do grupo, além de outras atividades.

A primeira montagem a ser encenada é São Paulo Surrealista, nos dias 17 e 18 de agosto (sábado, às 21h, e domingo, às 19h). Como os ingressos se esgotaram antecipadamente, umasessão extra será realizada no dia 24 de agosto, às 21h. A peça estreou em 2012, sendo apresentada também em 2014.

O demais espetáculos - todos dirigidos por Marcelo Marcus Fonseca - que compõem a programação são (um a cada mês): O Pornosamba e a Bossa Nova Metafísica (2014 / 2015), O Santo Dialético (2016), A Gente Submersa (2017) e Rebelião - O Coro de Todos os Santos (2018). Esta mostra sintetiza o trabalho de pesquisa de linguagem dos últimos sete anos do coletivo, período em que construiu três teatros até conquistar sua sede definitiva na emblemática entrada do bairro Bixiga, esquina das ruas Treze de Maio e Santo Antônio, onde já funcionou a lendária boate Igrejinha e o Café Soçaite.


Foto : Arô Ribeiro 


“Esse projeto tem duas intenções: não aceitar a regra do jogo para a arte que não seja a do artista criador e contar com o nosso público para manter nossas atividades”, comenta Marcelo Marcus Fonseca, diretor artístico do Teatro do Incêndio. Sobre o valor dos ingressos para os espetáculos ser de R$ 80,00, o diretor justifica: “um preço razoável para o trabalho sério que o grupo desenvolve. A companhia tem 23 anos de sobrevivência. Sabemos que nosso trabalho vale até mais. Neste momento, ingressos populares só com subsídio”.

São Paulo Surrealista é uma ode à capital paulista e aos seus personagens, confrontando - em um jogo de imagens sobrepostas - as contradições e fantasias da metrópole. A montagem - que teve consultoria do escritor e poeta Claudio Willer - não conta, necessariamente, uma história. Para revelar a cidade real, nada é realista. Os textos são colagens emolduradas por imagens e figuras da metrópole, sejam elas reais ou distorcidas, tendo na música ao vivo um elemento essencial para traduzir a pulsação. Os Nove Círculos do Inferno são os degraus propostos pelo espetáculo, inspirados na primeira parte da Divina Comédia (Dante Alighieri), para explorar os signos, ou infernos, da cidade. 

“Esta montagem propõe também que o público perceba a cidade pelos olhos de André Breton, um dos criadores do surrealismo, em um jogo que ressalta pontos turísticos, monumentos, terreiros, restaurantes e bordeis paulistanos”, explica o diretor Marcelo Marcus Fonseca. Mário de Andrade, Roberto Piva, Pagu, nativos, cidadãos comuns, ninfas e animais recebem o surrealista André Breton, observado por Antonin Artaud (dramaturgo francês, surrealista), para um mergulho na capital paulista, percorrendo Os Nove Círculos do Inferno. Em cena, 40 atores em uma celebração musical da cidade com alusões ao cinema de Pier Paolo Pasolini e Frederico Fellini e textos escritos durante o processo com base na escrita automática característica do surrealismo. Todas as canções foram compostas por Marcelo Fonseca e Wanderley Martins especialmente para o espetáculo, algumas delas “em parceria” com Arthur Rimbaud e Charles Baudelaire.


Marcelo Marcus Fonseca / Foto : Arô Ribeiro


FICHA TÉCNICA - Com: Cia. Teatro do Incêndio. Roteiro e direção geral: Marcelo Marcus Fonseca. Figurinos: Gabriela Morato e elenco. Músicos: Bisdré Santos, Yago Medeiros, Renato Silvestre e Xantilee de Jesus. Arte gráfica: Gus Oliveira. Direção musical: Bisdré Santos. Iluminação: Marcelo Marcus Fonseca e Valcrez da Silva Siqueira. Composições originais: Marcelo Marcus Fonseca e Wanderley Martins. Produção e realização: Gabriela Morato e Teatro do Incêndio. ElencoMarcelo Marcus Fonseca, Gabriela Morato, Elena vago, David Guimarães, Diogo Cintra, Ana Moretto, Valcrez Siqueira, Yago Medeiros, Renato Silvestre, Vinícius Árabe, Gus Oliveira, Gui Mameluco, Luiz Castro, Maíra AmorimJade Buck, Heloisa Feliciano, Isabela Madalena e mais 19 atores.

Serviço

Espetáculo-deboche: São Paulo Surrealista
Projeto: Levante Teatro do Incêndio - Pra Vida e Revida
Datas: 17 e 18 de agosto. Sábado (às 21h) e domingo (às 20h) – ESGOTADO!
Sessão extra: 24 de agosto. Sábado, às 21h
Duração: 70 min. Classificação: 18 anos. Gênero: Surrealismo. Capacidade: 99 lugares
Ingressos. R$ 80,00. Bilheteria: 2 horas antes das sessões
http://www.teatrodoincendio.com/ Twitter e Facebook: @teatrodoincendio

Teatro do Incêndio
Rua Treze de Maio, 48 - Bela Vista. SP/SP.
Tel: (11) 2609 3730 / 2609 8561


Levante Teatro do Incêndio - Pra Vida e Revida
Cronograma até dezembro

Espetáculo: O Pornosamba e a Bossa Nova Metafísica
14 e 15 de setembroSábado (às 21h) e domingo (às 20h)
80 min. 16 anos. Musical surrealista sociológicoR$ 80,00

Espetáculo: O Santo Dialético
19 e 20 de outubro. Sábado (às 20h) e domingo (às 9h)
150 min (intervalo de 20). 14 anos. Drama brasileiro. R$ 80,00

Espetáculo: A Gente Submersa
23 e 24 de novembro. Sábado (às 20h) e domingo (às 19h)
120 min. 14 anos. Comédia dramática musical. R$ 80,00

Apresentações: Sol-Te
7 de dezembro. Sábado, às 15h30 e às 19h30
60 min. Livre. Contribuição voluntária.

Espetáculo: Rebelião - O Coro de Todos os Santos
14 e 15 de dezembro. Sábado (às 20h) e domingo (às 19h)
90 min. 14 anos. Drama apocalíptico. R$ 80,00




segunda-feira, 29 de julho de 2019

OTTO TIJUCA -Comemora 15 anos com atrações especiais, que acontecem do dia 31 de julho a 4 de agosto

No aniversário comemorativo dos 15 anos do OTTO TIJUCA, 
a casa programou atrações especiais, que acontecem do dia 31 de julho a 4 de agosto - com shows imperdíveis
Dual Torres + Jefferson Gonçalves (4ª), Marvio Ciribelli (5ª), Victor Biglione (6ª), Grupo Novo Choro (sábado),  Fe Lochard e banda (sábado), 
fechando com Domingueira Otto com Marcela Gavinho. 

O restaurante Otto está em festa. Desde 2004 na Tijuca, comemora 15 anos de sucesso, o local é considerado o principal point do bairro, não é pra menos, Otto revitalizou a área, sempre com uma boa sacada, movimenta diversos festivais. E o hits do momento é 15° Festival Anual de Fondues, que trouxe para essa edição o inédito Fondue Vegano.

Com três ambientes, salão principal, anexo e varanda, a casa é uma referência. Muitas são as delícias, com cardápio variado de petisco, grelhados, especialidades alemães e suíça, além de receitas exclusivas elaboradas por Ottmar Grunewald, o Otto. Outro diferencial é a programação musical, o único na cidade com música ao vivo diariamente, que passeiam com clássicos da mpb, jazz e blues.

Na semana de niver - de 31 de julho a 4 de agosto, um drink de welcome por conta da casa. 
Excepcionalmente, os shows acontecem na área externa. Otto abrem a festividade na quarta.



Dual Torres + Jefferson Gonçalves na quarta - Dia 31 de julho / Show às 19h - Couvert Artístico - R$ 7.00 
Os parceiros do Dual Tones e o ícone Jefferson Gonçalves, no Otto Tijuca, para uma única apresentação. A dupla é formada por Murilo Brugger nos vocais e violão e Mauro Filler nas guitarras e backing vocals. E eles trazem toda sua experiência de seus outros projetos, como DKings e Indiana Blue, para interpretar e moldar a sonoridade do blues clássico de grandes artistas. E ainda contam com a grata participação do renomado gaitista Jefferson Gonçalves. Será uma noite imperdível com o melhor do blues.  


Marvio Ciribelli /Foto : Bob Coscoluella 


Marvio Ciribelli na quinta - Dia 1 de agosto / Show às 19h - Couvert Artístico - R$ 7.00 
Ciribelli se apresentou em festivais internacionais como o Java Jazz Festival (Indonésia), o Jazz Plaza (Cuba) e o Montreux Jazz Festival (Suiça), onde gravou 3 CDs, ao vivo. O pianista tem gravações com o vocalista inglês, John Lawton (Uriah Heep) e Freddy Cole (irmão de Nat King Cole); além de ter produzido um CD com o grupo holandês, “Focus". Marvio também tem composições lançadas na Alemanha, Inglaterra e Japão. No repertório, o melhor do Samba-Jazz em composições de Jobim, Lyra, Luiz Eça, Antonio Adolfo, além de músicas próprias gravadas em CDs do seu Selo, Mantra.  


Victor Biglione 



Victor Biglione na sexta - Dia 2 de agosto / Show às 19h30 - Couvert Artístico - R$ 10.00  
Ele é argentino, mas vive no Brasil, mais precisamente no Rio de Janeiro, desde 1966. Teve três indicações ao Grammy e venceu duas vezes. é um virtuoso guitarrista, violonista, produtor musical, arranjador e compositor. È considerado uma lenda. No repertório ataca com "Take Five" (Paul Desmond), "Look to the Sky" (Jobim), "Mr PC" (John Coltrane), "Gentle Rain" (Luiz Bonfa), entre outras.




Dobradinha no sábado - 
Grupo Novo Choro - 3 de agosto / Show às 13h - Couvert Artístico - R$ 10.00  
A feijoada do Otto, será embalada com um som de alta qualidade - Grupo Novo Choro, com clássicos do chorinho, formação instrumental. O quarteto composto por flauta transversa, violão de 7 cordas, cavaquinho e pandeiro faz uma viagem no tempo, relembrando  músicas de Pixinguinha, Jacob do Bandolim e outros artistas que marcaram a época de ouro do choro. O grupo é formado por Flávia Castilho, flauta / Caubi do 7 cordas, violão de 7 cordas / Giovane Nobre, cavaquinho e Rodrigo Cirne, pandeiro.


Fê  Louchard


No sábado - 3 de agosto / Show às 19h30 - Couvert Artístico - R$ 10.00 - Com  Fe Lochard e banda
- Fe Louchard é o nome artístico da cantora e compositora Fernanda. Carioca da Tijuca, desde cedo aprimorou seus estudos musicais na conceituada Escola de Música Villa Lobos, partindo daí sua trajetória musical em vários shows e programas de rádio e TV do cenário nacional e internacional. A Loupchard, a qual o nome se originou de um trocadilho de seu sobrenome de origem francesa com a palavra Loup oriunda da mesma linguagem que significa lobo. Em seu primeiro álbum solo audiovisual digital, que conta com a produção musical do renomado contrabaixista Andre Neiva (João Bosco, Blitz, Gal Costa, Manhatan Transfer, etc), Fe Louchard interpreta variadas músicas de bandas e músicos consagrados do cenário musical mundial como Beatles (Come Together), Amy Winehouse (Back to Black), Michael Jackson (Billie Jean), entre outros, tudo com uma nova roupagem em um estilo jazzístico que engloba o Pop, o Rock e o Fusion. Neste show, será acompanhada de seu atual arranjador Carlos Grillo na guitarra, Xandy Rocha nos teclados e contrabaixo e Markinho Alves na bateria.



Marcela Gavinho

Domingueira - 4 de agosto - às 13h - Couvert Artístico - R$ 10,00 
- É a vez de Marcela Gavinho - Cantora e compositora. Começou sua carreira artística pelo Rio de Janeiro em 2015, com quinze anos, e logo em seguida já subia ao palco do Otto, pela primeira vez, com seu violão. De todas as casas da cidade que já se apresentou – seja na Lapa, no Leblon, em Copacabana ou na Barra da Tijuca – o Otto é a que a cantora coleciona maior número de shows, sempre de casa cheia e com uma graciosidade e energia tremenda, como no show de comemoração de 458 anos da Tijuca, seu querido bairro de origem. Seu projeto autoral conta com composições do gênero pop rock, com melodias leves e letras profundas. Marcela lançará seu primeiro EP autoral nas plataformas digitais ainda em 2019, com cinco músicas. No próximo Domingo, dia 04/08, a cantora sobe mais uma vez ao palco mais aconchegante da Tijuca para celebrar os 15 anos do Otto Bar e Restaurante com releituras do pop, rock e MPB.   





Fondue Vegano 






Festival de Fondue 



OTTO TIJUCA
Rua Uruguai, 380 - Tijuca
Tel: (21) 2268 1579
Abre todos os dias, das 12h até 1h
15ª Festival Anual de Fondues, servido a partir das 18h
Aceita todos os cartões



Dança - Festival ABCDança (2 a 11/8)

 14º Festival ABCDança acontece entre os
dia 2 e 11 de agosto em quatro cidades do ABCD




O ABCDança é uma iniciativa da Associação Projeto Brasileiro de Dança. Em 2019, o evento é realizado pelo Sesc SP com apoio das prefeituras das cidades envolvidas.

Em sua 14ª edição, o Festival ABCDança circula por cidades do ABCD Paulista com uma diversificada programação de dança em seus múltiplos estilos, envolvendo espetáculos, intervenções e workshops, além da Mostra Ivonice Satie. A programação acontece entre os dias 2 e 11 de agosto. Todas as atividades são grátis.

Rubedo / Foto: Divulgação 


Em Diadema, a programação corre no Teatro Clara Nunes (palco para abertura do evento, dia 2/8, com o Grupo Cena 11, de Florianópolis, com Protocolo Elefante), Centro Cultural Diadema, Praça da Moça e Centro Cultural Serraria. Os eventos acontecem também no Sesc Santo André (que recebe a Companhia de Danças de Diadema no encerramento, dia 11/8, com Força Fluída) e Escola Livre de Dança de Santo André. As atividades passam também por São Caetano do Sul - Sesc São Caetano, Fundação das Artes e Av. Kennedy – e São Bernardo do Campo - Câmara de Cultura Antonino Assumpção e teatros Lauro Gomes e Abílio Pereira.

As demais companhias e grupos que integram a programação de 2019 são: Marcos Abranches & Cia (Canto dos Malditos), Grupo Grua (Corpos de Passagem), Cia. Fragmento de Dança (Dança para Camille), Projeto Dellas (Dellas), Grupo Três em Cena (Desvios Tático-estratégicos para Sobreviver à Vida Urbana), Cia. Gente (Fio do Meio), Cia. Fankama Obi (Kodon), Caio Zanuto (Dança Parkour Rabisco), Companhia de Dança Siameses (Rubedo), Pietro Morgado (Estados do Corpo), Cia. Druw (Dalí, Daqui ou de Lá?), Cia. Pé no Mundo (Fora da Caixa), Cia. Repentistas do Corpo (Olhares Alheios), Grupo SATS (UMAN_),Fernando Martins (Brain Diving) e Núcleo de Improvisação em Contato (Urban Feral).


Dança para Camille / Foto : Divulgação 


Mostra Ivonice Satie - Nas edições recentes do ABCDança constatou-se a crescente demanda de artistas e coletivos artísticos de dança iniciando trabalhos de pesquisa corporal e coreográfica, assim como grupos existentes emergindo e intensificando seu trabalho na região, em busca de difusão e visibilidade. Desde 2017, vem ocorrendo a Mostra Ivonice Satie que contempla grupos independentes, exclusivamente do ABCD, que apresentam intervenções curtas e recebem apreciação crítica de um profissional da dança convidado pelo projeto, reforçando o compromisso com o fortalecimento da dança na região, além de homenagear uma das grandes incentivadoras da dança no Brasil. Com sua visão vanguardista Ivonice (fundadora da Companhia de Danças de Diadema), proporcionou amplo acesso e universalização à linguagem da dança. A Mostra Ivonice Satie acontece no Sesc Santo André (10/8), com os seguintes grupos: Projeto Kiwa, + Uma Companhia, Grupo Sobrevidança, Grupo da Dança da Fundação das Artes de São Caetano do Sul e AfroBreak Crew.




Protocolo Elefante / Foto : Divulgação




PROGRAMAÇÃO - ABCDança 2019

2/8 (sexta)

20h - Abertura do ABCDança
Espetáculo: Protocolo Elefante - Grupo Cena 11 Cia de Dança (SC)
Local: Teatro Clara Nunes - Diadema

3/8 (sábado)

11h – Espetáculo: Fio do Meio – com Cia. Gente (RJ)
Local: Câmara de Cultura Antonino Assumpção. São Bernardo do Campo
15h - Workshop: Corpo e Memória – com Salasar Junior / Cia. Gente (RJ)
Local: Teatro Abílio Pereira. São Bernardo do Campo
20h - Espetáculo: Rubedo – com Companhia de Dança Siameses
Local: Teatro Clara Nunes. Diadema

4/8 (domingo)

15h - Espetáculo: Kodon – com Cia. Fankama Obi
Local: Praça da Moça. Diadema
16h - Espetáculo: Dellas – com Projeto Dellas
Local: Sesc Santo André (convivência)

5/8 (segunda)

19h – Espetáculo: Estados do Corpo - com Pietro Morgado
Local: Sesc São Caetano

6/8 (terça)

17h30 - Espetáculo: Dança Parkour Rabisco - com Caio Zanuto
Local: Centro Cultural de Diadema
19h – Workshop: Oficina e Jam de Contato e Improvisação e Contato - com Núcleo de Improvisação em Contato
Local: Sesc São Caetano
20h - Espetáculo: Olhares Alheios - com Cia. Repentistas do Corpo
Local: Centro Cultural Serraria. Diadema

7/8 (quarta)

18h - Workshop: Gesto Esgotado - com Bruna Betito e Debora Rebecchi
Local: Centro Cultural Serraria. Diadema
19h - Workshop: Poética do Movimento Afro Contemporâneo - com Lucimeire Monteiro
Local: Sesc Santo André
19h - Espetáculo: UMAN_ - com Grupo SATS (RJ)
Local: Escola Livre de Dança de Santo André
20h - Espetáculo: Dança para Camille - com Cia. Fragmento de Dança
Local: Centro Cultural Serraria. Diadema

8/8 (quinta)

18h - Espetáculo: Desvios Tático-estratégicos para Sobreviver à Vida Urbana – com Três em Cena (GO)
Local: Praça da Moça. Diadema
19h - Workshop: Brain Diving – com Fernando Martins / Plataforma Shopshop Sui
Local: Escola Livre de Dança de Santo André
19h - Workshop: Waacking Time - com Nati Glitz
Local: Sesc São Caetano

9/8 (sexta)

15h - Espetáculo: Dalí, Daqui ou de Lá? - com Cia. Druw
Local: Teatro Lauro Gomes. São Bernardo do Campo
20h - Espetáculo: Dalí, Daqui ou de Lá? - com Cia Druw
Local: Teatro Lauro Gomes – São Bernardo do Campo
21h - Espetáculo: Canto dos Malditos - com Marcos Abranches & Cia
Local: Sesc Santo André (Teatro)



10/8 (sábado)

16h – Espetáculos / Mostra Ivonice Satie - Projeto Kiwa (Corporis), + Uma Companhia (Dança Poética), Grupo Sobrevidança (Movimento Livro), Grupo da Dança da Fundação das Artes de São Caetano do Sul (Movimentos entre Cordas) e AfroBreak Crew (Sede).
Local: Sesc Santo André (Convivência)
16h - Espetáculo: Intervenção com Imaginação - com Cia. de Danças de Diadema
Local: Sesc São Caetano
20h - Espetáculo: Urban Feral - com Núcleo de Improvisação em Contato
Local: Sesc Santo André (Teatro)

11/08 (domingo)

11h - Espetáculo: Corpos de Passagem - com Grupo Grua
Local: Sesc São Caetano (Av. Kennedy)
16h - Espetáculo: Fora da Caixa - com Cia. Pé no Mundo
Local: Sesc Santo André (Convivência)
17h - Espetáculo: Kodon - com Cia. Fankama Obi
Local: Sesc Santo André (Convivência)
18h30 – Encerramento do ABCDança
Espetáculo: Força Fluída - com Companhia de Danças de Diadema
Local: Sesc Santo André (Teatro)

Serviço

Festival: ABCDança 2019
Ingressos: grátis
Programação detalhada no Portal Sesc: https://bit.ly/2K3OiSa
Informações: abcdanca@apbd.corg.br / Tel: (11) 99992-7799 / 99883-8276


Força Fluida / Foto : Silvia Machado 


Corpos de Passagem / Foto : Divulgação