EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Oficina de Danças da Guiné e do espetáculo Ressonâncias da África.




Fonte: Itaú Cultural / Foto: Divulgação


O espetáculo de dança tradicional que traz em seu repertório artístico-cultural os conhecimentos ancestrais do Oeste da África acontece neste final de semana, no Itaú Cultural

Nos dias 30 de junho e 1º de julho, todos estão  convidados para passar a tarde com Mariama Camara, dançarina, percussionista, cantora, coreógrafa e professora guineana que vive no Brasil há 10 anos. Pais e filhos podem para participar da Oficina de Danças da Guiné e do espetáculo 
Ressonâncias da África.
A Oficina Danças da Guiné, que acontece às 14h, se propõe  a promover a difusão e o intercâmbio cultural ao apresentar formas expressivas tradicionais das aldeias e dos balés nacionais da República da Guiné. A história dos ritmos é apresentada por meio de narrativas e cantos ancestrais.
Em seguida, às 16h, Mariama apresenta a, espetáculo de dança africana tradicional que traz em seu repertório artístico-cultural os conhecimentos ancestrais do Oeste da África.

Oficina de Danças da Guiné [com interpretação em Libras]
sábado 30 de junho domingo 1 de julho de 2018
às 14h 
[duração aproximada: 60 minutos]
Sala Multiúso (piso 2) – 20 crianças com um acompanhante cada uma
[inscrições a partir das 13h30]

Ressonâncias da África [com interpretação em Libras]
sábado 30 de junho domingo 1 de julho de 2018
às 16h[duração aproximada: 60 minutos]
Sala Multiúso (piso 2) – 70 lugares
[distribuição de ingressos a partir das 14h]

Nas Cordas da Viola fecha a programação de junho no projeto ‘Música ao Cair da Tarde’

O projeto Música ao Cair da Tarde é livre para toda a família e acontece às sextas-feiras, às 19h

O trio Nas Cordas da Viola fecha a programação do mês, no projeto Musica ao Cair da Tarde, dia 29 de junho, às 19h, no Sesc Santo Amaro. Juntos desde 2013 o trio destaca o universo sonoro da viola caipira através da canção popular brasileira. Num repertório tipicamente regional, a instrumentista Laura Campanér, tocando a viola requinta na afinação cebolão em Sol, acompanhada de Daniel Teles, também na viola caipira na afinação cebolão em Mi e do percussionista Fábio Daros, mostra músicas das diferentes regiões do Brasil de norte a sul, explorando a diversidade musical.
Na representação da região sudeste, ligada ao interior paulista e Minas Gerais, as canções Chico Mineiro (Tonico/ Francisco Ribeiro), Rio de Lágrimas (Tião Carreiro/Piraci) e Calix Bento (Tavinho Moura), são as mais marcantes.
Do centro-oeste os temas Trem do Pantanal (Almir Sater), Ciriema (Nhô Pai/Mário Zan) e Chalana (Arlindo Pinto/Mário Zan) contrastam com os  temas nordestinos Assum Preto (Luiz Gonzaga/H. Teixeira), Baião e Asa Branca (Humberto Teixeira/Luiz Gonzaga). Nas Cordas da Viola também mostra as canções inéditas compostas por Laura Campanér especialmente para o trabalho.
SERVIÇO:
MÚSICA AO CAIR DA TARDE



Nas Cordas da Viola
Quando: Dia 29. Sexta, às 19h.
Duração: 60 minutos (aproximadamente)
Entrada franca – sem necessidade de retirada de ingressos/senhas antecipadas
Classificação: Livre

SESC SANTO AMARO
Horário de funcionamento e bilheteria: Terça a sexta, das 10h às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30.
Acessibilidade: universal.
Estacionamento da unidade: R$ 5,50 a primeira hora e R$ 2,00 por hora adicional (Credencial Plena); R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora adicional (outros).
Disponibilidade: 158 vagas para carros e 36 para motos. A unidade possui bicicletário gratuito.

Assessoria de Imprensa:
Com Canal Aberto | Márcia Marques | Daniele Valério
Contatos: (11) 2914 0770 / 9 9126 0425

ASSESSORIA DE IMPRENSA SESC SANTO AMARO

Diego Oliveira
(11) 5541-4036

Natália Pinheiro
(11) 5541-4036

Willian Yamamoto
(11) 5541-4016




segunda-feira, 25 de junho de 2018

A Noiva de Cristal estreia no Sesc Santo Amaro


Figura 1 - Cena do espetáculo A Noiva de Cristal - Foto de Edézio Paz
Fonte : Márcia Marques  

  
Montagem traz a atriz Ana Guasque, que interpreta a noiva abandonada; o espetáculo, baseado em uma história real, é ambientado na década de 1950 e põe luz sobre o movimento antimanicomial

Escrita e dirigida pelo carioca Márcio Azevedo, ela tem ótima interpretação de Ana Guasque e uma essencial participação de Joana Izabel. (...) Os melhores elogios se devem fazer ao trabalho de Ana Guasque nesse espetáculo pelo modo como a atriz venceu o desafio de construir personagem tão difícil.
Rodrigo Monteiro – A Crítica Teatral


Estreia dia 29 de junho, no Sesc Santo Amaro, o espetáculo A Noiva de Cristal”, que tem texto e direção do carioca Márcio Azevedo, locução em off de Marcos Breda, e um elenco composto pela atriz e bailarina Ana Guasque - que atuou das novelas “A Força do Querer” e “Boogie Oogie” na TV Globo, e que também está em cartaz com “Vamos Falar de Amor, Amor?” e com a peça infantil “A Bruxa Morgana Contra o Infalível Senhor do Tempo” - Thaís Petzhold, Denis Antunes e Carol Vetori. A temporada vai até 22 de julho.

“A Noiva de Cristal” é ambientada na década de 1950 e conta o drama de Dulce (Ana Guasque), que após ter sido abandonada às vésperas do casamento, sofre um rompante emocional. A família, sem saber como lidar com seu sofrimento, internou-a em uma clínica psiquiátrica, onde ficou até a morte.

Inspirada na história real do diretor Márcio Azevedo e de sua família, a dramaturgia reúne também fragmentos de textos de Fernando Pessoa, Carlos Drummond de Andrade, Florbela Espanca, Machado de Assis, Castro Alves, Luiz de Camões, Chico Buarque, Shakespeare, Oscar Wilde, Freud, Bilac, Rimbaud, Miguel de Cervantes, Sócrates e Balzac.

A dramaturgia do espetáculo também traz temas como amor, rejeição e traição, questionando os limites, a loucura, a sanidade, a aceitação da diversidade e as convenções sociais, além de promover um importante debate a respeito da saúde mental, movimento antimanicomial e a reforma psiquiátrica. Mas acima de tudo, A Noiva de Cristal é um grande elogio ao amor.

SINOPSE
O autor compila fragmentos de textos de diversos autores e inserções poéticas para contar a história de Dulce e Fernando, debatendo temas como amor, rejeição, traição e mentira, questionando os limites das relações amorosas e os limites entre a loucura, a sanidade e as convenções sociais.


CONCEPÇÃO
Drama. A história se passa em um quarto de uma clínica psiquiátrica e questiona até que ponto é permitido a um indivíduo interferir no destino de outro; o quanto uma simples mentira para um, pode condenar para sempre a vida do outro.
Dulce viveu um rompante emocional após ter sido supostamente abandonada pelo noivo, foi internada e ali viveu até o fim de sua existência.
Dulce, generosamente, nos convida a conhecer este grande amor que nos envolve, nos transborda e sobretudo nos transforma, nos conectando com o momento histórico da década de 50, em um cenário marcado pela estigmatização e banalização do conceito de loucura e opressão às mulheres, onde todos os que eram considerados um pouco diferentes, eram excluídos, enclausurados para que ficassem distantes dos olhos da sociedade.
Também deve-se levar em consideração a própria caminhada de avanço e progresso da psiquiatria, que ainda estava em busca de medicações adequadas que pudessem suprir às necessidades psíquicas daqueles que eram considerados doentes mentais.

A peça acontece dentro de uma clínica psiquiátrica e convida o público a navegar pelo tempo até a conjuntura atual, marcada pela perda de direitos e avanço do conservadorismo, abordando temas críticos como legalização do aborto, homofobia e transfobia de uma sociedade machista, binária, heteronormativa e patriarcal. O espetáculo também apoia os direitos das mulheres e debate questões de importância a respeito das necessidades da Reforma Psiquiátrica e antimanicomial, nos conduzindo à reflexão sobre o quanto ainda realizamos segregações das diferentes formas de existir.

SOBRE A NOIVA DE CRISTAL
A Noiva de Cristal estreou em 16 de novembro de 2017, no Teatro Bruno Kiefer na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, em coprodução RJ – RS.
As apresentações foram acompanhadas de debates após os espetáculos, contando com a presença dos seguintes profissionais: Denise Crawshaw Pellin – Cônsul Honrária Britânica no RS, Adriana Ribeiro de Lima – Cônsul de Portugal no RS, Maria Helena Nunes – Antropóloga PHD, Sônia Guasque – Assistente Social, Jeremias Wickert – Psicólogo, Vitória Guasque – Psicológa, Pâmela Bratz – Assistente Social – CAPS, Jorge Aguiar – Fotógrafo Documental no Manicômio Judiciário RS, Michele D’Ávila e Dji D’Ávila – Terapeutas de Constelação Familiar, Nilson Lemos – Diretor da Clínica Psiquiátrica Santa Tecla, Mariele Inghes – Psicóloga e Master Coach.

O espetáculo voltou em cartaz no dia 01 de março de 2018 em Porto Alegre, mantendo-se em cartaz até o dia 11 do mesmo mês, no Teatro do Centro Histórico e Cultural Santa Casa. Após algumas apresentações foram realizados debates com: Donaldo Schuller (professor e escritor), Marisa Lubisco (Psicóloga) e Nélio Tombini (Psiquiatra).

Em 23 de março, o espetáculo entrou em cartaz no Teatro Glauce Rocha, no Rio de Janeiro, ficando em cartaz até dia 01 de abril. A estreia teve lotação esgotada e todos os dias de apresentações com teatro lotado.

FICHA TÉCNICA

Texto e Direção: Márcio Azevedo
Elenco: Ana Guasque, Thaís Petzhold, Denis Antunes e Caroline Vetori.
Locução in off: Marcos Breda
Design de Luz: Bathista Freire e André Winosviski
Cenografia: Zoé Degani
Figurinos: Zoé Degani, Márcio Azevedo e Anderson Ferreira
Fotógrafos: Jorge Aguiar, Andrea Mirati e Edézio Paz
Assistente de Direção: Fabrício Zavareze e Caroline Vetori
Trilha Sonora Pesquisada: Márcio Azevedo
Operação de Luz: Bathista Freire e André Winovski
Operação de Som: Simone Pinheiro
Arte Gráfica: Gabriela Cima
Costuras: Atelier de Costuras Lori Peruzzo
Produção e Realização: Ana Guasque Artes & Entretenimentos e Sete Marias Produções 

SERVIÇO
A NOIVA DE CRISTAL
Quando: De 29/06 a 22/07 | Horário: Sextas e sábados, às 21h; domingos, às 18h.
Local: Teatro (1º andar). Capacidade de 279 lugares.
Duração: 80 minutos | Classificação: 16 anos
Ingressos: R$ 30,00 (inteira); R$ 15,00 (estudantes, +60 anos e aposentados, pessoas com deficiência e servidores da escola pública) e R$ 9,00 (Credencial Plena válida: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes).


Trecho da Peça :



SESC SANTO AMARO
Bilheteria e horário da unidade: Terça a sexta, das 10h às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30.
Endereço: Rua Amador Bueno, 505. | Acessibilidade: universal.
Estacionamento da unidade: R$ 5,50 a primeira hora e R$ 2,00 por hora adicional (Credencial Plena); R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora adicional (outros).
Preço único mediante apresentação de ingresso (a partir das 18h): R$ 7,50 (Credencial Plena) e R$ 15,00 (outros).
Disponibilidade: 158 vagas para carros e 36 para motos. A unidade possui bicicletário gratuito.

Assessoria de Imprensa:
Cris Fusco | Flavia Fusco Comunicação
11.3083.1250 | cris@flaviafusco.com.br

Com Canal Aberto | Márcia Marques | Daniele Valério
Contatos: (11) 2914 0770 / 9 9126 0425

Assessoria de Imprensa Sesc Santo Amaro
Diego Oliveira | (11) 5541-4036 | diego@santoamaro.sescsp.org.br
Natália Pinheiro | (11) 5541-4036 | natalia@santoamaro.sescsp.org.br
Willian Yamamoto | (11) 5541-4016 | willian@santoamaro.sescsp.org.br

Danilova toca no Aparelha Luzia misto de canções autorais e discotecagem de Afrobeat, Reggae, Soul, R&B e Funk


Fonte : Lau Francisco 

No dia 29 de junho de 2018, sexta-feira, a partir das 22h, o Dj, produtor musical, compositor, poeta e  cantor DANILOVA  levará ao Aparelha Luzia show intitulado “Danilova Afro Session”.  O show, que tem ENTRADA FRANCA,  é composto por canções autorais integrantes do disco “DaniLover – Poesia, Amor e Emoção” e discotecagem  a partir de um eclético set musical com sons que influenciaram sua carreira, como Afrobeat, Reggae, Soul R&B e Funk music.



Poesia, Amor e Emoção” foi concebido através de poesias compostas por DaniLova,  que, com o decorrer do tempo,  foram tomando formato musical. “A proposta deste trabalho é de inovação da poesia Dub, no uso de riddins digitais e formato Dj e voz. O disco também veio dar ênfase à vertente romântica do reggae”, explica Danilova. Vale lembrar que a poesia de Dub (palavra falada sob os ritmos do reggae) é uma forma de poesia performática que evoluiu da dub music em Kingston, Jamaica, nos anos 70, bem como em Londres, Inglaterra e Toronto, Canadá.
O disco traz canções autorais como “Liguei pra te dizer”, “Encontrei a paz”, “Era você”  e “Lírios do amor”, música que intitula o videclipe do artista. Defensor  da MPB – Música Preta Brasileira, Danilova, além de disseminar sua poesia e  música, tem como grande objetivo divulgar a cultura dos Sound Systens, cuja criação causou impacto na Jamaica e também do mundo. Os sound systems são potentes sistemas sonoros comandados por Djs que se revezam tocando uma seleção de músicas e criando improvisos sobre elas. Pesquisador da cultura popular e especialista no Reggae Jamaicano (berço dos sound systems), Danilova recheou seu show com a verve dessa cultura misturando elementos da cultura brasileira e da poesia.
SERVIÇO
“ Danilova Afro Session”, com Danilova
Dia: 29 de junho de 2018, a partir das 22h
ENTRADA FRANCA
Local: Aparelha Luzia, Rua Apa, 78 – Campos Elíseos
Tel: (11) 3467-0998

quinta-feira, 21 de junho de 2018

“Alakazan - A Fábrica Mágica” no Shopping Metrô Itaquera


Fonte : André Moretti / Fotos: Marcelo Guedes 


As apresentações acontecem na lona do Circo dos Sonhos de 29 de junho a 29 de julho, com apresentações de terça a domingo.

Senhoras e senhores, preparem-se para uma grande viagem ao divertido universo de magia e fantasia do Circo dos Sonhos. No dia 29 de junho inicia a temporada do espetáculo Alakazan - A Fábrica Mágica no Shopping Metrô Itaquera.




Dirigido por Rosana Jardim, o espetáculo conta com performances de grande impacto e números circenses de báscula, contorção, rola, malabares, monociclo, equilíbrio no arame, tecido aéreo, faixa e muita palhaçada. Alakazan - A Fábrica Mágica traz à cena o duelo entre os personagens Alan e Kazani, que disputam a atenção da pequena Ly, a já conhecida menininha do Circo dos Sonhos. Ly é uma criança curiosa, que toca e fotografa tudo ao seu redor. Em uma visita à Biblioteca, ela é surpreendida por Alan, que surge como num passe de mágica e lhe entrega um livro especial, retirando o tablet de suas mãos. Encantada pelo livro, ela pede que ele leia a história, mas quando ele inicia, é interrompido por um som de sinos. Quando os dois procuram de onde vem tal som, surge Kazani, que transporta todos para a Fábrica Mágica, um universo fantástico onde tudo é possível.



A cada badalar do sino e movimento das engrenagens, Ly é transportada para outro universo com novas atrações, sempre acompanhada pelo seu amigo Alan. Kazani não gosta da interação entre Alan e Ly e compete por sua atenção. Essa disputa irá seguir e se fortalecer até o último ato, onde ocorre o confronto final, quando Ly conseguirá transmitir aos dois o poder da amizade e união, mostrando que é possível compartilharem suas habilidades, assim como os livros e os tablets, que compartilham seus conhecimentos com seus leitores.



Sobre o Circo dos Sonhos
Circo dos Sonhos pertence à família Jardim, que tem mais de 30 anos de tradição circense. Foi fundado em 2004, e já apresentou seus espetáculos para mais de 4 milhões de pessoas. Suas estruturas já visitaram diversos estados brasileiros, encantando com os elogiados espetáculos “Circo dos Sonhos - O sonho vai começar", “Circo dos Sonhos no mundo da Fantasia” e “Quyrey, uma aventura na selva”. Tendo como embaixador o artista Marcos Frota, o Circo dos Sonhos possui atualmente duas lonas que circulam pelo país, e conta com uma equipe de mais de 150 profissionais, entre eles costureiras, designers, artistas plásticos, produtores, diretores, marceneiros, serralheiros, figurinistas, cenógrafos, bailarinos, coreógrafos, acrobatas, malabaristas, palhaços, trapezistas, contorcionistas e produtores.



Além de produzir e levar entretenimento pelo país, a Família Jardim possui grande expertise na realização de oficinas e treinamentos, pois atua também em eventos corporativos, palestras, assessoria circense, locação de tendas e tensionados.

Sobre o ator Marcos Frota
Marcos Frota é ator exclusivo da Rede Globo de Televisão desde 1983, com mais de 30 papéis e destaque para as novelas “Cambalacho”, “América”, “O Clone”, “A Próxima Vítima“ e “Mulheres de Areia. Além de atuar, Frota é Presidente Voluntário da Universidade Livre do Circo, projeto social instalado na Quinta da Boa Vista com atendimento psicossocial e aulas de circo para 350 jovens de comunidades.


FICHA TÉCNICAElenco: Trupe Circo dos Sonhos
Direção Geral: Rosana Jardim
Direção Artística: Wander Rabelo
Produção Executiva: Luiz Jardim, Rody Jardim e Asdrubal Savioli
Gerente de Produção: Andreza Nalini
Produção Musical: Ricardo Fabio
Coreografias: Marcello Ramos
Maquiagem: Dark
Figurinos: Andreza Nalini e Rosana Jardim
Cenografia: Wander Rabelo e Wilson Melo
Ilustrações: Ment Ativa
Fotos: Renan Senra


SERVIÇO
O QUÊ: Alakazan - A Fábrica Magica
QUANDO: Estreia dia 29 de junho às 20h // Temporada até 29 de julho
HORÁRIOS: Terças a sextas, às 20h // Sábados, domingos e feriados às 16h, 18h e 20h
ONDE: Av. José Pinheiro Borges, s/n - Itaquera – São Paulo (próximo ao Metrô Itaquera)
QUANTO: Setor Lateral - R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia entrada)*
                                    Setor Frontal - R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia entrada)*

*Valor da meia entrada para crianças de 02 a 12 anos, estudantes e pessoas com mais de 60 anos.

VENDAS: Bilheteria do Circo - de terça a sexta, das 13h às 20h // No site www.tudus.com.br
CLASSIFICAÇÃO: Livre
DURAÇÃO DO ESPETÁCULO: 01h30
MAIORES INFORMAÇÕES: 11 2076 0087 - www.circodossonhos.com