EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quinta-feira, 16 de maio de 2019

CHEF LILI ALMEIDA CONVIDA PARA A RESIDÊNCIA CULINÁRIA AFRIKANABAHIA NO APARELHA LUZIA


Fonte : Aparelha Luzia / Texto : Lili Almeida (Chef/ Empreendedora) 

A partir de hoje dia 16, e durante as quintas, sextas e domingos de maio, estarei como chef residente na cozinha do Aparelha Luzia servindo deliciosos pratos da culinária baiana e afrobrasileira.
Serão semanas de celebração regadas a Dendê e Axé. Espero vocês  pra um abraço e para degustarmos juntos esse nosso ALIMENTO.

CARDÁPIO NOTURNO - das 20h às 2am - quintas e sextas:
1 – Paçoca de carne seca com purê de aipim e salada temperada
2 – Baião de Dois na cumbuquinha // op. Vegetariana
3 – Camarão seco temperado com salada e farofa // opção Espetinho
4 – Porcão de Abará no pratinho com camarão, salada de tempero // opção Vegetariana
5 – Porção de Bolinho de feijoada com molho Lambão
6 – Escondidinho de carne de sol artesanal na cumbuquinha
7 – Arrumadinho na cumbuquinha // opção Vegetariana

Doce:
Bolinho de estudante

CARDÁPIO ALMOJANTA (somente aos domingos a partir das 17h)
1 – Feijoada baiana com carnes, arroz, farofa, couve refogada e lombo
2 – Caruru baiano com vatapá, farofa amarela, arroz, feijão fradinho
e Xinxim de galinha
Ambos com opção Vegetariana
3 – Moqueca de peixe com arroz branco, farofa e feijão fradinho // op. Vegetariana
4 – Cozido com carnes, verduras, pirão, arroz e pimenta

Doces:
Queijadinha
Creme de Cupuaçu
Creme de tapioca
Cocadinha cremosa

OBS.:
*O menu pode ser alterado à qualquer momento, de acordo com a disponibilidade dos ingredientes frescos e do garimpo na feira :)

E pra quem se interessar, na quarta dia 22 haverá a oficina de acarajé seguida de degustação: Oficina de Acarajé no Aparelha Luzia 

Cantora IZA e a atração principal do 8º Festival Brasileiro Anual de Pompano Beach dia 19 de outubro

A cantora Iza



Uma linha multicultural, multi-gênero e multi-étnica unindo EUA e Brasil pelo amor, paz e união.
Organizado pelo presidente Luciano Sameli - Heartbeat Foundation Corp, e Lamar Fisher, co-fundador do festival, ex-prefeito de Pompano Beach e Deputado do Condado de Broward, Departamento de Recreação, Parques e Artes Culturais, do Corpo de Bombeiros de Pompano Beach, do Gabinete do Xerife de Broward, e organizações sem fins lucrativos como a Heartbeat Foundation Corp, a cada ano que passa tem atraído um número considerável de empresas brasileiras que estão investindo em patrocínio ou apoio de olho nos brasileiros residentes e no mercado americano. 

Festival:
Considerado o maior festival brasileiro da costa sudeste dos Estados Unidos, o espírito brasileiro chega ao Pompano Beach Community Park, dias 19 e 20 de outubro (sábado e domingo), para sua oitava edição.
Com base nas assinaturas da televisão brasileira e nos dados do censo dos EUA, estima-se que aproximadamente 360.000 brasileiros moram na Flórida - a maior população brasileira de todos os estados do país. Além disso, de acordo com a Visit Florida, a corporação oficial de marketing de turismo do estado, 993.000 brasileiros visitaram a Flórida em 2017 e mais de um milhão em 2016. Depois do Canadá e do Reino Unido, o Brasil ocupa o terceiro lugar no ranking mundial por trazer à Flórida o maior número de turistas.


Luciano Sameli e o ex-prefeito  Lamar Fisher 

Edição 2019:
A edição deste ano está projetada para atrair aproximadamente 20.000 pessoas para o parque de mais de 100 mil metros quadrados de Pompano Beach, onde os participantes poderão apreciar 45 opções gastronômicas de diversas culturas, 200 Expositores, uma área para crianças, um parque de esportes radicais, apresentações de Samba e Capoeira, e quatro artistas brasileiros sobem ao palco principal.
Sábado 19 de outubro, às 16h, o cantor BETO BARBOSA, considerado no Brasil o Rei da Lambada, Salsa e Merengue abre os consertos do festival.
A pedido dos brasileiros que residem na Florida e parte dos americanos de Pompano Beach, às 18h, sobe ao palco a cantora IZA, nova voz da música pop brasileira para realizar o concerto mais aguardado pelo público. IZA ganhou o prêmio Multishow, concorreu ao Grammy Latino 2018, na categoria de Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa pelo seu disco de estreia, Dona de Mim. Iza possui mais de 500 Milhões de Visualizações no You Tube e apresenta o Programa Só Toca Top e Música Boa.
Domingo 20, DI FERRERO -ex- vocalista da Banda NX-Zero, abre às 16h, os dois últimos concertos do festival com um show espetacular viajando pelos sucessos da Música Popular Brasileira.
Encerrando o concerto dos artistas brasileiros BIQUINI CAVADAO às 18h, celebrará com o público presente mais de 30 anos de carreira, e 3,500 shows lotados, um marco do Pop, Rock e Reggae Nacional, que acaba de lançar o álbum Ilustre Guerreiro em homenagem a “Hebert Vianna”.
Além das atrações principais, o festival contará com o segundo show de talentos locais no sábado, dia 19 de outubro às 15h, e um show de Gospel para dar início ao festival.
Haverá também apresentações dos dançarinos de samba do Festival Brasileiro, exibições de capoeiristas e percussionistas brasileiros.
O festival Brazilian Fest Community Awards, realizará uma cerimônia de premiação à comunidade do festival reconhecendo os notáveis participantes como o melhor expositor, o mais saboroso stand do setor gastronômico, personalidades, e a melhor banda local.
Entre os 45 fornecedores de alimentos presentes, uma grande variedade de cozinhas de diversas culturas será servida incluindo sushi, comida grega, indiana, mexicana, açaí e vários estilos de comidas brasileira como o churrasco tradicional, o acarajé e o pão de queijo.
"Temos uma variedade inacreditável", disse Sameli. “O festival está se tornando um dos maiores festivais gastronômicos multiculturais do ano. Desde seu início em 2012, o festival quase quadruplicou de tamanho e passou a ter dois dias ao invés de um. No primeiro ano tivemos aproximadamente 5.000 pessoas. No segundo ano tivemos cerca de 7.500 e, em 2016, mais de 20.000 pessoas”, disse Sameli. “O festival é realmente uma maneira de mostrar a força e união da comunidade brasileira.”
Nos últimos sete anos, o festival gerou aproximadamente 2.800 empregos temporários e doou mais de US $ 20.000 para instituições locais. Além disso, contratou serviços de aproximadamente 150 empresas locais e ajudou mais de 400 pequenas empresas locais com a exposição de suas marcas. Embora o foco cultural do festival seja brasileiro, Sameli acredita que o festival está ajudando a estabelecer o condado de Broward como a “capital multicultural da Flórida”.
Meio Ambiente
Além de promover a união e o multiculturalismo, o festival, desde o início, tem promovido práticas ambientais conscientes. É uma causa extremamente importante. “Eu sou do Brasil e vimos o que aconteceu no Brasil nas últimas décadas com a Floresta Amazônica”, disse Sameli. “É algo que deixa os brasileiros extremamente tristes. O aquecimento global é hoje uma das maiores preocupações da nossa geração, então o festival também preza a proteção ambiental e a conscientização”.
Este é o evento mais importante do ano para a nossa comunidade brasileira", disse o ex-prefeito de Pompano Beach, e agora deputado do Condado, Lamar Fisher. "Estamos muito orgulhosos de receber o evento. O festival mostra o verdadeiro sabor e cultura da nossa comunidade brasileira; o entretenimento é contagiante, a comida é autêntica e uma vez que você participa do evento, mal pode esperar o próximo ano.
Serviço: 8º Festival Brasileiro Anual de Pompano Beach 2019
Local: Pompano Beach Community Park- Flórida
Festival Funciona das 11am às 10pm no Sábado, e das 11am às 8pm no Domingo.
Sábado 19 de outubro, às 16h, BETO BARBOSA, e às 18h, IZA.
Domingo 20 de outubro, às 16h DI FERRERO -ex- vocalista da Banda NX-Zero, e às 18hs, BIQUINI CAVADAO.
Entrada: (Contribuição Simbólica)
-        Pista $5,00 por dia ou $8,00 por 2 dias de Festival.
-        Area VIP $45 por dia, ou $80 por 2 dias de Festival

“SHAKESPEAREANDO” – A Jornada do Bobo

Governo do Estado de São Paulo e Secretaria da Cultura apresentam

“SHAKESPEAREANDO” – A Jornada do Bobo



Fonte : André Moretti / Fotos : Amanda Areias 

O espetáculo inédito marca os 10 anos de existência da Trupe Irmãos Atada e será apresentado gratuitamente em diversas Fábricas de Cultura de São Paulo.

Respeitável público, amantes de Shakespeare e admiradores da arte circense, preparem-se para dar boas risadas com Shakespeareando – A Jornada do Bobo, novo espetáculo da Trupe Irmãos Atada. Em 2019 a Trupe completa 10 anos de história e pesquisa na arte da palhaçaria, e para comemorar, decidiu trazer à cena uma homenagem ao grande Dramaturgo William Shakespeare, abordando de forma cômica suas tragédias. O espetáculo estreia no dia 23 de maio e será apresentado em cinco diferentes Fábricas de Cultura de São Paulo.

Shakespeareando – A Jornada do Bobo é a representação das tragédias de William Shakespeare (Hamlet, Macbeth, Otelo e Romeu e Julieta) contadas por três palhaços em uma única história. Uma apresentação de Circo-Teatro que brinca com o onírico, com os personagens de uma ilusão criada pelo Meta-Teatro. Os palhaços interagem o tempo todo com público, colocando-os a par de suas histórias e pedindo auxílio para a resolução dos seus problemas.



No picadeiro, Anderson Spada, Denise Guilherme e Emerson Almeida se dividem em mais de 10 personagens. É a história é de Hamlet, não Macbeth, ou será Otelo? Parece que o Romeu também passou por aqui! Não importa, o importante é a brincadeira. E é brincando que os artistas e seus palhaços contam esta história. Que história? A história de um Príncipe cheio de dúvidas que foi pedir ajuda para o seu amigo Macbeth, este por sua vez, encontrou-se com três bruxas que haviam feito um veneno poderosíssimo para um rapaz apaixonado chamado Romeu. E o Macbeth? Bom este não fica nem sabendo do pedido de ajuda, porque a carta que Hamlet mandou vai parar nas mãos de Otelo que é de outro Exército. Nossa que confusão! A única certeza é que todos os personagens fazem parte das histórias de Shakespeare, e que os palhaços, se acham perfeitamente capazes de interpretá-los, à maneira deles, é claro.

Fundada em 2009 pelos artistas Anderson Spada, Emerson Almeida, Paulo Ygar e Sandro Fontes, a Trupe Irmãos Atada realiza regularmente em seu espaço de criação encontros para treinamento e pesquisa da linguagem cômica, técnicas de circo e música. Atualmente seu repertório conta com os espetáculos Fanfarria (2018), Los Atada (2017), Cabaré Atada (2016), Jacinto Numa Ilha (2015), Três Variando (2013) e Bang Bang à Pastelana (2009), que já foram apresentados em diversas cidades e Festivais de Circo, entre eles o Festival Nariz Vermelho, Festivale e Festival Paulista de Circo. A companhia também frequenta regularmente os encontros e convenções de Circo e Teatro, para trocar conhecimentos e aprimorar suas técnicas artísticas.




Ficha Técnica
Texto: Emerson Almeida (adaptação das peças de William Shakespeare).
Direção Artística: Cida Almeida
Direção Musical: Celio Colella
Elenco: Emerson Almeida, Denise Guilherme e Anderson Spada
Figurinos: Denise Guilherme
Adereços: Denise Guilherme e Bira Nogueira
Cenografia: Bira Nogueira
Criação de Luz: Giuliana Cherciari
Produção: Marina Mioni
Realização: Trupe Irmãos Atada
Fotos: Amanda Areias
Assessoria de Imprensa: Moretti Cultura e Comunicação




Serviço:
Onde: Fábrica de Cultura Itaim Paulista - Rua Estudantes da China, 500 - Itaim Paulista
Quando: 23 de maio, às 14h30

Onde: Fábrica de Cultura Cidade Tiradentes - Rua Henriqueta Noguez Brieba, 281 – Cidade Tiradentes
Quando: 30 de maio, às 14h30

Onde: Fábrica de Cultura Parque Belém - Av. Celso Garcia, 2231 - Belenzinho
Quando: 06 de junho, às 14h30

Onde: Fábrica de Cultura Sapopemba - Rua Augustin Luberti, 300 - Fazenda da Juta
Quando: 27 de junho, às 14h30

Onde: Fábrica de Cultura Curuçá - Rua Pedra Dourada, 65 - Jardim Robru
Quando: 28 de junho, às 14h30

Para Quem: Como o espetáculo por textos, indicamos para crianças de 06 a 100 anos. Mas a verdade é que circo é circo, e todos poderão se divertir com as peripécias e trapalhadas vividas pelos personagens.

Quanto: Entrada Gratuita – Ingressos distribuídos com 01h de antecedência

Maiores Informações: 11 4304-6704 ou pelas Redes Sociais https://www.facebook.com/irmaosatada.circo e https://instagram.com/trupeirmaosatada




Imprensa // André Moretti

11-98269 6704   11-4304 6704
moretti.moretti@gmail.com

VIRADA CULTURAL APRESENTA CIDADE NEGRA NO SESC PQ. DOM PEDRO II - GRÁTIS


O grupo carioca se apresenta dia 18 de maio, sábado, às 18 horas, no palco do Sesc Parque Dom Pedro II, centro de São Paulo. Gratuito e sem retirada de ingressos, o show apresenta três músicas inéditas: Sensacional, Fugindo Pro Espaço, e De Que Vale.  Completa o repertório, sucessos que fizeram da banda um dos principais nomes do pop nacional como GirassolPodem Crer, A Sombra da Maldade, Pensamento, Firmamento, Onde Você Mora O Erê.
O grupo carioca se apresenta dia 18 de maio, sábado, às 18 horas, no palco do Sesc Parque Dom Pedro II, centro de São Paulo. Gratuito e sem retirada de ingressos, o show apresenta três músicas inéditas: Sensacional, Fugindo Pro Espaço, e De Que Vale.  Completa o repertório, sucessos que fizeram da banda um dos principais nomes do pop nacional como GirassolPodem Crer, A Sombra da Maldade, Pensamento, Firmamento, Onde Você Mora O Erê.

Com 15 anos de estrada, banda que surgiu em Belford Roxo, no Rio de Janeiro em 1986, possui 20 álbuns lançados, Cidade Negra segue a filosofia e o pensamento reggae. Suas letras tratam do amor e dos problemas socioculturais e filosóficos. Ao longo da carreira, agregou em suas músicas ingredientes de outros ritmos, como rock, pop, soul e MPB.

Serviço:
Show – Cidade Pelo Mundo 2019
Quando: Sábado, 18 de maio de 2019
Horario: 18h
Ingressos: Grátis. Não é necessário retirar ingressos previamente.
SESC Parque Dom Pedro IIPraça São Vito, s/n – Brás
Tel.: (11) 3111-7400
Fotos e vídeo: Divulgação 




Vanessa Jackson canta Divas


Fonte : Viva Tatuapé 

Eleita em 2002 pelo público com 18 milhões de votos, ganhar o FAMA, foi o primeiro passo que a consagraria entre os grandes nomes dos cantores brasileiros. Vanessa levou para casa experiência e um contrato para gravar seu primeiro disco. Inicia-se então uma trajetória que começou como um sonho de menina e que inaugura uma nova fase que poderá colocá-la no primeiro time da MPB, que ela mesma intitula como Música Preta Brasileira.
BIOGRAFIA
Com sua voz de legitimo acento soul, seu primeiro dilema foi escolher entre gravar no Abbey Road, o estúdio dos Beatles na Inglaterra, ou rumar para Hollywood. Em 2002 decidiu gravar em Los Angeles. Diante de tal sucesso, a artista foi convidada para fazer uma apresentação especial em Barcelona no canal TVE em janeiro de 2003 para o programa “Operacion Triunfo “uma versão espanhola do Fama. Cantou em Angola em abril de 2003 no evento “DIA DA PAZ E RECONCILIAÇÃO” ao lado de Jimmy Cliff e Roberto Carlos. Fez shows em Punta Del Leste e em várias cidades do Japão. Participou também do musical Rock Show, de Hudson Glauber e teve a supervisão de Wolf Maya. Já em 2014 venceu a disputa de mais de 3 meses do programa “Esse artista sou eu” do SBT. Além do seu show onde homenageia a Diva Whitney”, Van segue com vários shows agendados pelo Brasil e Mundo, com sua turnê. VANESSA CANTA DIVAS”
Com um formato versatil e chic, o show passeia pelos sucessos classicos da billboard, das Divas mais importantes do mundo como Aretha Franklin – Tina Turner – Gloria Gaynor – Diana Ross – Whitney Houston – Mariah Carey – Celine Dion – Toni Braxton – Alicia Keys – Deniece Willians – Chaka Khan – Anita Baker – Dionne Warwick entre outras. Vanessa, passou a chamar atenção por sua versatilidade no palco, podendo transitar por tantos artistas e repertórios diferentes, passando desde o soul, jazz, bossa, música clássica, pop ou rock.
Vanessa Jackson Canta Divas
Única Apresentação: 17 de Maio (Sexta)
Horário: 21h
Classificação: 12 anos
Teatro Eva Wilma
Rua Antônio de Lucena, 146 – Tatuapé – São Paulo – SP
Tel: (11) 2090-1650 / 2293-8766
https://www.facebook.com/teatroevawilma
Horário da Bilheteria:
Quarta a Domingo das 14h30 às 19h30.
Estacionamento conveniado ao lado
Meia Entrada: Idosos com idade igual ou superior a 60 anos, Portadores de necessidades especiais, Professores da rede pública de ensino, Estudantes.

A melhor feijoada com roda de samba de São Paulo é no Bar Samba

PHOTO-2019-03-19-18-17-09.jpg


São Paulo – Localizado no centro da boêmia Vila Madalena, o Bar Samba é considerado reduto de sambistas famosos. Já passaram por lá grandes bambas como Dona Ivone Lara, Jovelina Perola Negra, Beth Carvalho, Moacyr Luz, Dudu Nobre e muitos outros que buscam curtir um samba de boa qualidade.

O local, que funciona de quarta a sábado, tem ainda uma feijoada que é servida aos sábados há mais de 16 anos e que é uma das melhores de São Paulo. Isso porque, segundo o proprietário do Bar Samba, Cícero Cunha, todos os ingredientes são de alta qualidade. “As carnes são escolhidas a dedo, com muito cuidado, pelo pessoal da cozinha”, conta Cícero.

São mais de 40 quilos de feijão preto e cerca de 200 pessoas saboreiam o prato típico brasileiro toda semana. “Já servimos mais de 45 mil feijoadas desde quando começamos”, diz o proprietário. O torresmo é o mais aplaudido pelos clientes. Bem torrado e saboroso, para Cícero, o segredo está na escolha da panceta (barriga do porco) e no modo do preparo. “Ela deve ser frita com cuidado, no ponto certo para dar a crocância e ao mesmo a maciez que o prato pede”.

A feijoada acompanha a roda de samba do grupo da casa, Samba Bar, e funciona das 13h às 19h. A entrada é R$ 35,00. O valor da feijoada é R$ 89,00 e serve duas pessoas. A porção de torresmo sai por R$ 32,00.

Informações e reservas pelo telefone: (11) 3819-4619.

Sobre o Bar Samba

Com 15 anos de história, o Bar Samba ganhou um novo local, ainda na Vila Madalena, mantendo suas principais características, para dar ao samba a importância que ele merece.

Caricaturas de grandes personalidades do samba compõem o famoso painel do Bar, com quase 13 metros de comprimento, como Luiz Carlos da Vila, Luiz Grande, João Nogueira, Almir Guineto, Jovelina Pérola Negra, Dona Ivone Lara, Wilson Moreira, além de rostos do cotidiano brasileiro, como gari, coletor de lixo, baianas e mulatas.

As paredes são repletas de fotos de sambistas famosos do Rio de Janeiro e de São Paulo e o ritmo é celebrado diariamente com as rodas de samba que a casa oferece. Entre os nomes conhecidos que já se apresentaram por lá estão Dona Ivone Lara, Luiz Carlos da Vila, Serginho Meriti, Zé Luis do Império, Dudu Nobre e Fundo de Quintal.

O cardápio é outro atrativo. Com as comidinhas de boteco, oferece porções generosas de pastéis – misto carne, queijo e palmito (R$ 38,00 com 6 unidades); coxinha de frango (R$ 32,00 com 08 unidades); bolinhos de bacalhau (R$ 42,00 com 12 unidades);  filés na chapa – acompanha batatas cozidas, vinagrete, farofa e pão francês (R$ 89,00, picanha; R$ 68,00 frango ou calabresa); o melhor  torresmo de São Paulo (R$ 32,00), que também pode ser saboreado na concorrida feijoada completa (R$ 89,00), servida aos sábados, durante a roda de samba. 

Grupo Samba Bar - O Grupo Sambabar leva o nome da casa, pois tem em seu DNA o que denomina-se “samba de raiz”. Caracteriza-se como um encontro de músicos do eixo Rio São Paulo, com experiência em acompanhar grandes nomes do Samba, como Beth Carvalho, Grupo Fundo de Quintal e Seu Jorge. É formado por Koke Vai Vai (violão 7 cordas), Marcio Vanderley (cavaquinho), Bruno Parada (violão), Rodrigo dos Reis (flauta), Thiago Silva (pandeiro), Paulinho Sampagode (percussão geral), Nene Brown (percussão), Nailson Motta (percussão surdo), Leandro Costa (cantor).
Programação da semana

15/05 (quarta-feira): Carmen Queiroz
16/05 (quinta-feira): João Sensação
17/05 (sexta-feira): Samba Bar
18/05 (sábado): Samba Bar

Endereço: Rua Fradique Coutinho, 1007 - Vila Madalena
Televendas e Reservas de mesas: (11) 95341-0198 (das 9 às 19h – segunda a sexta-feira)
Telefone: (11) 3819-4619
Cartões: Todos (não aceitamos Ticket Restaurante, Sodexo, Ticket Alimentação)
Estacionamento: não tem valet (várias unidades particulares próximas)
Acessibilidade: Rampa, elevador e banheiros

Funcionamento
Quarta-feira, quinta-feira e sexta-feira das 19h à 01h
Sábado- 13h às 19h (Feijoada com Grupo Samba Bar) e 21h às 03h (Samba Ao Vivo)
Entrada: quarta e quinta - R$ 20,00; sexta e sábado - R$ 35,00.
Capacidade: 250 pessoas

Assessoria de Imprensa e Credenciamento:  Central de Comunicação
(11) 93236-4161

Atendimento à Imprensa
Camila Alexandre – (11) 97326-9170 // Cris Molina – (11) 97970-8822

Companhia de Danças de Diadema comemora 24 anos com espetáculos no Teatro Clara Nunes

Nas águas do Imaginar / Foto Fábio Cabeloduro





Premiada e atuante no Brasil e no exterior, a Companhia de Danças de Diadema comemora 24 anos de história com apresentações no Teatro Clara Nunes, no Centro Cultural Diadema, nos dias 17, 18 e 19 de junho. Os ingressos são grátis e devem ser retirados com 1 hora de antecedência.

Nos dias 17 e 18/5 (sexta e sábado, às 15h), a Companhia mostra seu mais novo espetáculo Nas Águas do Imaginar, montagem inédita para o público infantil com coreografia de Ton Carbones. No dia 18/5(sábado, às 20h), o grupo entra em cena com Força Fluída, cuja coregrafia foi criada pelo sul-coreano Jaeduk Kim. E fechando a comeoração, no dia 19/5 (domingo, às 19h), o grupo apresenta EU por detrás de MIM, criação de Ana Botosso, vencedora dos prêmios APCA 2017 (Melhor Criação Coreográfica) e Governador do Estado de São Paulo 2018 (Modalidade Dança / Coreografia).

Nas Águas do Imaginar

Com coreografia de Ton Carbones, Nas Águas do Imaginar é a terceira montagem da Companhia de Danças de Diadema criada para o público infantil, precedida por A Mão do Meio -Sinfonia Lúdica (2015) e Meio em Jogo (2010). Esta é apenas uma apresentação que antecede sua estreia oficial nos palcos, a qual será informada oportunamente. O espetáculo fala de uma criança que, ao dormir, é surpreendida por seres fntásticos que surgem em seu quarto, instigando uma viagem ao mundo do imaginar. Buscar o que está do lado de fora ou desbravar seu interior? Qual caminho seguir? A partir destas perguntas, o espetáculo convida para uma viagem por esse universo repleto de surpresas e fantasias. Basta pegar a passagem que custa apenas instantes de imaginação.


Força Fluída / Foto : Silvia Machado


Força Fluída

Com coreografia assinada pelo sul-coreano Jaeduk Kim e direção geral de Ana Bottosso, Força Fluída estreou em 2017. O espetáculo harmoniza força e delicadeza em movimentos inspirados na cultura ancestral oriental pelo viés contemporâneo de Jaeduk. Artista de múltiplas facetas, o coreógrafo criou a trilha sonora baseada em cânticos de sua tradição oriental, utilizando a sonoridade de instrumentos típicos de sua cultura e voz monocórdia. A coreografia transita pelo minimalismo dos movimentos que dialogam com a música, com os sons, ora expressando-se com a força de um guerreiro, ora com a delicadeza de uma folha caindo no outono. Esses e demais elementos da ancestral cultura oriental se encontram na obra, traduzidos pelo olhar contemporâneo e sensível do criador e dos intérpretes da Companhia, que atuam em Força Fluída. Sinopse: O fluxo natural vem da natureza. O fluxo da respiração está de acordo com a natureza. Qual é a força que flui...? O que faz o forte fluir...? (por Jaeduk Kim)



Eu por Detrás de Mim / Foto : Ligiane Braga 


EU por detrás de MIM

A montagem EU por detrás de MIM (2017), que tem concepção, direção e coreografia assinadas por Ana Bottosso, foi inspirada em obras do artista visual dinamarquês Olafur Eliasson e no conto O Espelho, de Guimarães Rosa. Encontrar-se, perder-se, acreditar na imagem que lhe é refletida ao se deparar com os espelhos pode ser um profundo engano, mas como saber? Mergulhar em um mundo de reflexos, complexos, com nexos ou desconexos pode ser uma viagem sem volta. Transitando pelos meandros dos reflexos e das reflexões, Bottosso imaginou um universo por detrás dos espelhos, um mundo além  do que conhecemos, para conceber a coreografia, em conjunto com o elenco da Companhia. A trilha sonora, especialmente criada por Fábio Cardia, faz uma analogia dos reflexos sonoros. Desde o primeiro contato com Olafur Eliasson na exposição Seu Corpo da Obra, em 2012, Ana sentiu-se motivada a criar algo que tratasse dos espelhos e seus reflexos. O prorcesso recebeu também influências do conto O Espelho, de Guimarães Rosa, que apresenta uma inquieta personagem e a descoberta de sua essência. “Encontrar ou pelo menos ter ciência da existência de outro(s) eu(s) que possa(m) coexistir é o desafio do espetáculo”, argumenta Ana Bottosso.

Ficha técnica

Direção geral: Ana Bottosso. Coreografia (Nas Águas do Imaginar): Ton Carbones e elenco. Coreografia (Força Fluída): Jaeduk Kim (Coreia do Sul). Coreografia (EU por detrás de MIM): Ana Bottosso. Assistência de direção e produção administrativa: Ton Carbones. Assistência de coreografia: Carolini Piovani. Concepção musical (Nas Águas do Imaginar): Luciano Sallun. Concepção musical e figurino (Força Fluída): Jaeduk Kim. Concepção musical (EU por detrás de MIM): Fábio Cardia. Desenho e operação de luz: Silviane Ticher. Sonoplastia: Daniela Garcia / Jeh Salles. Concepção e confecção de figurinos (Nas Águas do Imaginar): Rhazuk Perez. Confecção de figurinos (Força Fluída): Célia Bonifácio. Confecção de figurinos (EU por detrás de MIM): Cleide Aniwa. Cenógrafia e adereços (Nas Águas do Imaginar): Ateliárea Daniel Sapiência e Paula Martins. Professores de dança clássica: Márcio Rongetti e Paulo Vinícius. Professor de dança moderna: Reinaldo Soares. Orientação de yoga: Daniele Santos. Professores de dança contemporânea: Ana Bottosso, Carolini Piovani, Elton de Souza e Ton Carbones. Condicionamento físico: Carolini Piovani. Assessoria de imprensa: Verbena Comunicação. Assistência de produção: Daniela Garcia / Jeh Salles.

Elenco: Carlos Veloso, Carolini Piovani, Daniele Santos, Danielle Rodrigues, Elton de Souza, Guilherme Nunes, Júlia Brandão, Leonardo Carvajal, Thaís Lima, Ton Carbones e Zezinho Alves.

www.ciadedancas.apbd.org.br/ / Facebook @companhiadedancas | Instagram @ciadedancasdiadema

Serviço

Companhia de Danças de Diadema – 24 Anos

17 e 18 de maio (sexta e sábado, às 15h) - Nas Águas do Imaginar
18 de maio (sábado, às 20h) - Força Fluída
19 de maio (domingo, às 19h) - EU por detrás de MIM

Centro Cultural Diadema - Teatro Clara Nunes
Rua Graciosa, 300. Centro, Diadema. Tel: (11) 4056-3366
Entrada franca (chegar com 1h de antecedência) – Classificação: Livre. 370 lugares