EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Sesc Belenzinho recebe metal da Krisiun e seu novo álbum no projeto Música Extrema






A banda de death metal Krisiun apresenta-se na Comedoria do Sesc Belenzinho nos dias 4 e 5 de janeiro, sexta e sábado, às 21h30, integrando a programação do projeto Música Extrema. O trio, formado em 1990, é reconhecido pelos clássicos do gênero Black Force DomainConquers of Armageddon e Southern Storm.
Os irmãos brasileiros Alex Camargo (vocais e baixo), Max Kolesne (bateria) e Moyses Kolesne (guitarra) apresentam o repertório do disco Scorge of the Enthroned(Century Media Records), lançado em setembro de 2018, sendo o 11º trabalho de estúdio da banda. Produzido por Andy Classen e gravado em Kassel, cidade rural da Alemanha, o disco traz músicas de alta complexidade rítmica como Devouring FaithA Thousand GravesAbysmal Misery (Foretold Destiny) e Whirwind of Immortality.  Completam o repertório as faixas: Scourge of the EnthronedDemonic IIISlay the Prophet e ElectricideTodas serão executadas no show no Sesc Belenzinho, bem como alguns sucessos dos discos anteriores.



O trio sempre teve como marcas registradas os andamentos rápidos, a bateria feroz, os riffs cortantes, os solos velocíssimos e os vocais extremamente brutais. Considerada a banda mais técnica e com mais variações de andamentos e ritmos, a Krisiun é comprometida, em primeiro lugar, com a entrega desse ataque brutal de death metal que a tornou lendária.
Assim, depois do lançamento do álbum Forged in Fury, em 2015, Alex, Max e Moyses perceberam que era necessária uma nova abordagem. “Esse álbum foi um tanto complicado com partes mais lentas e também bastante longo. É um trabalho que ainda apoiamos, mas sabemos que ele não traz a real essência do Krisiun”, admite o cantor e baixista Alex Camargo. Para o novo disco, Scourge of the Enthroned, o trio decidiu se direcionar novamente para um som mais rápido e mais brutal, ao extremo.
O álbum traz com 38 intensos minutos e, com o trabalho do produtor Classen, trouxe de volta a verdadeira identidade do grupo. “Trabalhar com Andy no Stage One Studio novamente foi como estar em casa. Ficamos confinados em um apartamento por quase um mês e nos concentramos em capturar uma vibração honesta, quase ao vivo”, revela o vocalista. O ambiente rural na cidade alemã Kassel, ajudou no resultado, pois não havia nenhum tipo de distração e a dedicação foi plena.
O fiff e o andamento da faixa Demonic III, por exemplo, até lembra o primeiro disco da Krisiun (Black Force Domain). A música é sobre a banda e sua história. “Depois de todos esses anos, sentimos que era hora de fazermos nosso próprio hino, que levasse nos levasse, e também os nossos fãs, para o passado”, comenta Alex. Tudo foi gravado e tocado naturalmente, deixando o álbum ao mesmo tempo pesado e orgânico.www.youtube.com/user/krisiunOfficialO projeto Música Extrema do Sesc Belenzinho contempla gêneros e estilos como noise, heavy metal, hardcore e grindcore.
Show: KrisiunDias: 4 e 5 de janeiro. Sexta e sábado, às 21h30Local: Comedoria (500 lugares)Não recomendado para menores de 18. Duração: 1h30Ingressos: R$ 20,00 (inteira); 10,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante) e R$ 6,00 (credencial plena do Sesc - trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes). Venda no Portal e unidades do Sesc. Limite de 4 ingressos p/ pessoa.
Sesc BelenzinhoEndereço: Rua Padre Adelino, 100
Belenzinho – São Paulo (SP). Telefone: (11) 2076-9700

www.sescsp.org.br/belenzinho
 

Guilherme Arantes comemora 40 anos de carreira em show no Sesc Belenzinho



Fonte : Eliane Verbena 

O cantor e compositor Guilherme Arantes apresenta o show Uma Viajante Alma Paulistana, nome do documentário musical (DVD) que lançou para comemorar seus 40 anos de carreira. O artista apresenta-se nos dias 4, 5 e 6 de janeiro, de sexta a domingo, no Teatro do Sesc Belenzinho, integrando o projeto Estação Brasileira.
 
No formato de voz e piano, o artista não só toca e canta como conta as histórias existentes por trás de seus sucessos e também de outras músicas que, embora menos ‘populares’, têm boas histórias quem valem a pena ser compartilhadas. “Muito além dos grandes sucessos, esse show, em formato de concerto, é para brindar os fãs com um vasto repertório e uma panorâmica completa da minha arte de compositor”, declara o cantor.
 
O show é uma pequena amostra do documentário que traz as 100 músicas mais representativas de sua carreira, entre as mais de 400 que ele compôs e gravou. Acompanham as canções comentários sobre o que ele estava ouvindo ou lendo em cada época da carreira e que o inspirou a escrever suas letras e músicas, como era o cenário musical no Brasil e no mundo, e suas transformações. As ligações e relações de Guilherme Arantes com outros artistas brasileiros, entre eles Elis Regina, Roberto Carlos, Maria Bethânia e Caetano Veloso, entre outros, também estão no trabalho, bem como a história da parceria com o poeta Paulo Leminski, além de várias outras curiosidades.
 
Essa centena de canções foi gravada ao vivo com Guilherme cantando e tocando diferentes instrumentos (piano de cauda, harpscord, piano elétrico etc.) com o requinte de situar, para cada obra, a história que o levou a compor, seu momento de vida quando a escreveu e outras peculiaridades. Uma Viajante Alma Paulistana é um acervo musical ao alcance do público e dos fãs de Guilherme Arantes que une música e história em plena harmonia.
 
O repertório do show é formado por Amanhã, Êxtase, Brincar de Viver, Pedacinhos, Você em Mim, Um Dia Um Adeus, Planeta Água, Semente da Maré, Cuide-se Bem, Aprendendo a Jogar, O Melhor Vai Começar, Flores e Cores, Olhos Vermelhos, Loucas Horas, Lance Legal, Marina no Ar, Cheia de Charme, Deixa Chover, Fã Número 1 e Lindo Balão Azul.
 
Show: Guilherme Arantes
Dias: 4, 5 e 6 de janeiro. Sexta e sábado, às 21h. Domingo, às 18h
Local: Teatro (392 lugares).
Não recomendado para menores de 12. Duração: 1h30.
Ingressos: R$ 30,00 (inteira); 15,00 (meia) e R$ 9,00 (credencial plena do Sesc).
Venda no Portal e unidades do Sesc. Limite de 2 ingressos p/ pessoa.
 
Sesc Belenzinho
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000
Belenzinho – São Paulo (SP). Telefone: (11) 2076-9700
www.sescsp.org.br/bele’nzinho

Assessoria de imprensa - Período: 15/07/19 a 03/01/19
VERBENA Comunicação
Eliane Verbena / João Pedro
Tel: (11) 2738-3209 / 99373-0181 - verbena@verbena.com.br

Sesc Belenzinho
Tel : (11) 2076-9762
imprensa@belenzinho.sescsp.org.br
SESC SP | Facebook | Twitter

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

COMANDO GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO RIO presta homenagem à lideranças de religiões de matriz africana, no Centro do Rio




A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro realizou pela 1ª vez, nos seus 209 anos de história, celebração religiosa de matrizes africanas, com diversas lideranças presentes, no dia 21 de dezembro, no salão nobre do Quartel General da Polícia Militar.

Uma grande homenagem às Comunidades de Matriz Africanas e Afro brasileiras (Umbanda , Candomblé  e Ifá ). Um roda de conversa foi  composta com o Coronel Laviano, Comandante Geral da PMRJ, o Corel Ubiratan Ângelo apoiador e um dos organizadores do evento, Prof. Dr. Babalawô Ivanir dos Santos, interlocutor da CCIR - Comissão de Combate à  Intolerância Religiosa do RJ, Sra. Desembargadora Ivone Caetano da Corregedoria Unificada, Mãe  Fátima Damas representante da Umbanda / interlocutora da CEUB, Babálorixa Elias D Yansã representando a Nação Efon,  Sra Conceição D' Lissa - Nação  Djedje, Tateto Osvaldo D Mutalê representante Nação  Angola,  Iyalorixa Paula D Odé Nação Neto, entre outros.



"Sem sombra de dúvida, um marco importante para o fortalecimento das resistências e abertura para o diálogo sem preconceito, em prol das diversidades e pluralidade", atestou Ivanir dos Santos/CCIR.   

A reunião contou com a presença de policiais militares e familiares que são adeptos da Umbanda e do Candomblé, e com direito à cantorias e danças. Uma verdadeira celebração pela fé.  

"Esperamos que como essa, comemoração simbólica, possamos a cada vez mais ampliar as nossas ações em prol da liberdade religiosa.", completa Ivanir  


quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

SESC BELENZINHO APRESENTA SHOW COM MANO BROWN




Fechando a programação musical de 2018, o Sesc Belenzinho recebe o rapper paulistano Mano Brown, vocalista dos Racionais MC’s, que apresenta seu primeiro álbum solo “Boogie Naipe”, um trabalho focado no funk e soul.
Ao lado do cantor Lino Krizz, Brown sobe ao palco da Comedoria acompanhado por uma banda formada por mais de 10 músicos, dois backing vocals e participação do DJ Mr. Dri.
Serviço
Local: Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000 – Belenzinho – São Paulo.
Datas: 27 e 28/12. Quinta e Sexta, 21h30.
Ingressos: R$ 30,00 (inteira). R$ 15,00 (meia).
Informações: (11) 2076-9700.
Classificação: Livre.


Comemoração dos 13ª edição do Projeto Old Roger Disruptive Pirate Gathering, Feira MULT-ARTE

                                                                                                               Dj Dany Bany


A 13ª edição do Projeto Old Roger Disruptive Pirate Gathering, Feira MULT-ARTE, que acontece no próximo sábado (22), a partir das 10:00hs às 220:hs, ao ar livre entre as ruas Araújo e General Jardim, Centro de São Paulo, marcas, brechós, música, moda, artesanato, desing área kids, gastronomia, jazz, jazzbebê, música-eletrônica e empreendedores, traz um diferencial para feiras de rua.
Feira MULT-ARTE TRAZ O Jazz adulto e JazzBB, dedicado as crianças com uma música instrumental para não afetar o ouvido das crianças E CURADORIA DE Dudão Melo, apresentador do programa Jazzmaster da rádio Alpha FM.
Outro diferencial é as três Djs Femininas com gerações diferentes que se apresentarão no palco.   Em fim... Um sábado para toda família!
Programação completa:
 PALCO JAZZ B 
Em parceria com o Bar Jazz B, na Rua General Jardim, um palco intimista com a curadoria do Dudão Melo do Jazz Masters, traz uma programação de shows com o Coletivo Super Jazz e convidados, que promete quebrar tudo.
10:00 – 13:00 • Dj Dudão Melo
13:00 – 15:00 • JAZZ BB, com New Orleans Jass Band
Banda tocando acústico em um formato para bebes e crianças
• Tocando no vinil
Djs Mr. Rabbit | Thiago Duar | Tahira
20:00 - 22:00


Coletivo Super Jazz 

• SHOW COLETIVO SUPER JAZZ CONVIDA [ super jam ]
Marcelo Monteiro [sax] Reginaldo 16 Toneladas [trompete]. Will Tocalino [trombone] Diego Raso [guitara] Chris Du Voisin [baixo] Thago Duar [beats] e Marina Decourt [voz]
O PALCO OLD ROGER, 
Músicas para dançar com House Music da melhor qualidade, apresentando Djs nacionais. Em destaque está um dos principais nomes da cena underground Luiz Pareto, idealizador e organizador de vários projetos de importância para a cena, entre eles a Rebolado (que lhe valeu o troféu Melhores da Noite Ilustrada, recebido no final de 2000, pela jornalista Erika Palomino - Folha de São Paulo, pela sua importância na consolidação da cena house de São Paulo).
 PALCO OLD ROGER - Its House Music 
10:00 – 12:00 • Cazu
12:00 – 14:00 • Atum [ ursound ]
14:00 – 16:00 • Dany Bany
16:00 – 18:00 • Lu Fonzar
18:00 – 20:00   Pareto [ rebolado ]
20:00 – 22:00 • Marcio Techjun [ motherchip - d.edge ]
 ESPAÇO PLU-BAR - Pista Subterrânea 
16:00 – 18:00 • Ghordo
18:00 – 20:00 • Gezender [ sangramuta ]
20:00 – 22:00 • Ronald
22:00 – 00:00 • Max Underson [ capslock ]
00:00 – 02:00 • Vivi An
02:00 – 04:00 • Monster at Work
04:00 – 06:00 • Fractal Mood (Kindisch records/ folklore
06:00 – 08:00 • Magal

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro realiza pela 1ª vez celebração religiosa de matrizes africanas.



A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro 
realiza pela 1ª vez, nos seus 209 anos de história, celebração religiosa de matrizes africanas. 
Dia 21 de dezembro no 
Quartel General da Polícia Militar


O dia 21 de dezembro será sem sombras de dúvidas um marco importante para o fortalecimento das resistências e abertura para o diálogo sem preconceito, em prol das diversidades e pluralidade. A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro realiza pela primeira vez, oficialmente, nos seus 209 anos de história, uma celebração religiosa de matrizes africanas. 
A reunião contará com a presença de policiais militares e familiares que são adeptos da Umbanda e do Candomblé.

O encontro será nessa sexta, às 15h, no Salão Nobre do Quartel General da PM e contará com, além da presença do Comandante Geral,  lideranças com cargos relevantes na cultura das religiões de matrizes afro-brasileiras e africanas.

"Acredito que é um grande avanço para todas e todos nós, na medida em que passamos a ter um referencial efeito para o acolhimento das denúncias de intolerância religiosa. Espero que com esse primeiro passo possamos ampliar as nossas esferas e fortalecer as nossas redes de solidariedade e diálogo inter- religiosa.", atesta Ivanir do Santos, interlocutor da CCIR - Comissão de Combate à Intolerância Religiosa.

"Esperamos que como essa, comemoração simbólica, possamos a cada vez mais ampliar as nossas ações em prol da liberdade religiosa.", completa Ivanir  
A Celebração das Religiões de Matrizes Africanas, será no Quartel General da Polícia Militar, agora dia 21 de dezembro (sexta-feira), às 15h. 

Na Rua Evaristo da Veiga, 78, Centro
Coordenadoria de Comunicação Social


As Mulheres da OLD ROGER

Descubra o que essas Três Mulheres de Três Gerações tem em comum



13ª edição do Projeto Old Roger Disruptive Pirate Gathering, Feira MULT-ARTE, está chegando é no próximo sábado (22), a partir das 10:00hs às 220:hs, ao ar livre entre as ruas Araújo e General Jardim, Centro de São Paulo.
Marcas, brechós, música, moda, artesanato, desing área kids, gastronomia, jazz, jazzbebê, música-eletrônica e empreendedores. Um sábado para toda família, reunir amigos e reencontrar amigos. Esperamos vocês lá!
Se for dirigir não beba vá de transporte público: Duas linhas de Metrô e varia linhas de ônibus. Informações sobre espaços disponíveis para expositores:
(11) 9 4043-1563 (whatsapp) c/ Kauê Magalhães kauemagalhaes@hotmail.com
(11) 9 7728-0581 (WhatsApp) c/ Carlos Romero carlosromero26@gmail.com
Confira a programação completa:
:
 PALCO JAZZ B 
Em parceria com o Bar Jazz B, na Rua General Jardim, um palco intimista com a curadoria do Dudão Melo do Jazz Masters, traz uma programação de shows com o Coletivo Super Jazz e convidados, que promete quebrar tudo.
10:00 – 13:00 • Dj Dudão Melo
13:00 – 15:00 • JAZZ BB, com New Orleans Jass Band
Banda tocando acústico em um formato para bebes e crianças
• Tocando no vinil
Djs Mr. Rabbit | Thiago Duar | Tahira
20:00 - 22:00
• SHOW COLETIVO SUPER JAZZ CONVIDA [ super jam ]
Marcelo Monteiro [sax] Reginaldo 16 Toneladas [trompete]. Will Tocalino [trombone] Diego Raso [guitara] Chris Du Voisin [baixo] Thago Duar [beats] e Marina Decourt [voz]
O PALCO OLD ROGER, 
Músicas para dançar com House Music da melhor qualidade, apresentando Djs nacionais. Em destaque está um dos principais nomes da cena underground Luiz Pareto, idealizador e organizador de vários projetos de importância para a cena, entre eles a Rebolado (que lhe valeu o troféu Melhores da Noite Ilustrada, recebido no final de 2000, pela jornalista Erika Palomino - Folha de São Paulo, pela sua importância na consolidação da cena house de São Paulo).

 PALCO OLD ROGER - Its House Music 
10:00 – 12:00 • Cazu
12:00 – 14:00 • Atum [ ursound ]
14:00 – 16:00 • Dany Bany
16:00 – 18:00 • Lu Fonzar
18:00 – 20:00   Pareto [ rebolado ]
20:00 – 22:00 • Marcio Techjun [ motherchip - d.edge ]

 ESPAÇO PLU-BAR - Pista Subterrânea 
16:00 – 18:00 • Ghordo
18:00 – 20:00 • Gezender [ sangramuta ]
20:00 – 22:00 • Ronald
22:00 – 00:00 • Max Underson [ capslock ]
00:00 – 02:00 • Vivi An
02:00 – 04:00 • Monster at Work
04:00 – 06:00 • Fractal Mood (Kindisch records/ folklore
06:00 – 08:00 • Magal

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

CURSOS E OFICINAS - Programação Sesc Belenzinho – Dezembro/2018


Tecnologias e Artes

Curso: Vivências Têxteis: Aprofundamento de Técnicas no Tear de Pente Liço
Com Tiyoko Tomikawa

O curso apresenta técnicas tradicionais e contemporâneas de tapetes. 
Os participantes têm acesso à teoria e à prática nas urdideiras e teares de pente liço. 
São abordadas técnicas como Soumack, Kilin, Smirma, Nó turco, emendas e acabamentos.

Tiyoko Tomikawa: Ministra aulas de Arte Têxtil em teares manuais desde 1983. 
Com experiências na área aplicada e também artística. Participou de diversas exposições 
e treinamentos. Restaurações de Tapetes e Tapeçarias dos Palácios Bandeirantes em 
São Paulo e Boa Vista em Campos do Jordão - SP. Reprodução das Obras da Artista
 Charlotte Johanenssom para a 32ª Bienal de São Paulo - Incerteza Viva.

Duração: 14 encontros. Local: Oficina II.
Acima de 14 anos. Grátis.
Até 14/12. Sextas, das 14h às 17h.

Curso: Colorização Digital de Histórias em Quadrinhos
Com André Bernardino

O curso apresenta as possibilidades da colorização digital enquanto narrativa dentro do 
universo das histórias em quadrinhos, passando pelos estudos das cores, suas sensações 
psicológicas, além da introdução de técnicas digitais por meio de software livre.

André Bernardino: Formado em Artes visuais pela ECA/USP. Quadrinista profissional, 
pertenceu ao coletivo O Contínuo de quadrinhos independentes. É autor das graphic 
novels Santos, Um Time dos Céus e Uma Estrela na Escuridão, além de ter participado 
da coletânea Visões de Guerra. É ainda professor de Arte do ensino formal e em ateliês 
particulares.

Duração: 6 encontros. Local: Espaço de Tecnologias e Artes.
Acima de 12 anos. Grátis.
Até 14/12. Sextas, das 14h30 às 17h30.

Oficina: Desenho de Modelo Vivo – Corpos Diversos
Com Júnior Suci

Os participantes praticam e refletem sobre a linguagem de desenho de observação na 
temática do corpo humano por meio de modelos vivos de diferentes etnias, idades e 
estéticas.

Júnior Suci. Doutorando e mestre em Poéticas Visuais pela UNICAMP e graduado em 
Artes Plásticas pela UNESP. Realiza pesquisa e produção em desenho e vídeo. Dentre
 as principais mostras individuais: Performance pela Luz, no Centro Cultural São Paulo/SP 
(2009), Necessidade do Objeto, no Centro Universitário Maria Antônia/SP (2011) e 
Película, na Galeria Virgilio/SP (2012). Das coletivas recentes destacam-se a mostra 
O Agora, o Antes, no MAC USP Nova Sede/SP, a exposição The Letter, na Funarte MG/BH. 
Possui obras no acervo do MAC USP/SP, Galeria de Arte do IBEU/RJ, SESC Amapá/AP,
 dentre outros. Atualmente é representado pela galeria Virgilio, em São Paulo.

Obs.: É necessário conhecimento básico em desenho.
Duração: 1 encontro. Local: Oficina I.
Acima de 18 anos. Grátis.
16/12. Domingo, das 14h30 às 17h30.

Dança

Vivência: Bumbo Bolado Baque Virado
Com Cia. de Artes do Baque Bolado

Vivência dos diversos aspectos do samba de bumbo - batuque paulista considerado uma 
das principais influências do samba em nosso estado. Os participantes vão conhecer 
aspectos da dança, do ritmo, do canto, dos bonecos que acompanham os grupos no 
período de carnaval e principalmente da importância histórica que esta manifestação popular 
tem para a identidade cultural do nosso estado.

Há 21 anos no cenário artístico de São Paulo a Cia. de Artes do Baque Bolado faz parte do
 movimento cultural iniciado na década de 1980 e existente até os dias de hoje cujo
 objetivo é a pesquisa e a divulgação das diversas manifestações tradicionais existentes no
 Brasil.
Tal iniciativa é fomentada por uma concepção artística e histórica que ressalta a importância
 das tradições populares brasileiras, uma vez que estas são resultado do rico processo de 
sincretismo de diversas culturas, principalmente as de matriz africana, europeia e indígena,
 sendo, portanto, o retrato da formação sociocultural do país. O início de sua experiência
o grupo caracterizava -se pelo aprendizado musical de manifestações especificas, sendo 
sua maior fonte de pesquisa, o Maracatu de Baque Virado da Nação Estrela Brilhante e se
 reservava à execução de espetáculos com certo rigor em relação às manifestações 
tradicionais. Com o assar dos anos o coletivo passou a constituir seu próprio processo 
riativo, incorporando novas linguagens e formas de comunicação e expressão, o que 
resultou num conteúdo artístico transversal e contemporâneo. Esse processo criativo, 
embasado em um duplo pilar - a pesquisa das manifestações tradicionais brasileiras e a 
utilização de diversas formas artísticas fomentadas pessoal e coletivamente -, serviu de 
base para uma série de outros grupos, o que assegura sua posição de vanguarda. Por fim, 
mais do que expressão de um movimento único, a Cia. De Artes do Baque Bolado busca, 
ainda hoje, representar um movimento cultural que abre portas e desmistifica preconceitos, 
sendo fruto da necessidade de dançarinas, músicos, atrizes, artistas plásticos e circenses 
de brincar com a enorme fusão cultural deste país, aliando a multiplicidade da cultura 
popular à experiência de artistas que vivem numa das maiores metrópoles do mundo.

Local: Sala de Expressão Corporal 2.
Livre. Grátis.
16/12. Domingo, das 14h30 às 16h30.

CRIANÇAS

Artes Visuais

Oficina: Tramas e Teias: Alinhavando Fios da Imaginação
Com Coletivo BARCA
Intervenções no Espaço de Brincar: Bate Diferentes linguagens artísticas e brincadeiras 
coletivas, voltadas para a primeira infância.

Linhas que vêm e vão, tramando, desenhando e alinhavando fios da nossa imaginação. 
Com linhas, cores e papelão criaremos instalações cheias de formas, texturas, sons e 
movimentos, a partir das brincadeiras propostas coletivas e individuais.
A partir de papelão e fios variados, como barbante, lã, fio de malha, criaremos instalações
 com construções coletivas e individuais. "Desenhando com fios", teceremos formas, 
imagens, sons, cores, texturas e movimentos a partir das brincadeiras propostas.

Coletivo BARCA (Brincadeira+arte com crianças e afins): nasceu do encontro de três 
artistas educadoras que atuam conjuntamente desde 2015. Reunidas pelo interesse no 
universo do brincar e nas culturas da infância, cada educadora do coletivo atua em uma 
área artística diferente, como a dança, a música e as artes visuais, o que resulta em ações
 que envolvem múltiplas linguagens. Pesquisando o brincar como forma de ocupação 
no mundo, o coletivo desenvolve intervenções e oficinas em espaços culturais.

Local: Espaço de Brincar.
Livre. Grátis.
Até 30/12. Sábados e domingos, das 11h às 19h.
Até 28/12. Terças às sextas, das 12h às 19h.

Oficina: Criação de Personagens com Histórias
Com Marcos Felinto e Maysa Martins
Oficina Criança e Família: 
O Projeto se apresenta como uma proposta de experimentação 
das linguagens artísticas entre crianças e adultos.

Durante os encontros adultos e crianças irão explorar juntos o universo social e mítico de
 máscaras africanas e afro brasileiras a partir da mediação de leitura de livros da 
literatura infanto-juvenil. Inspirados nos autos populares, que organizam o enredo de 
celebrações como as de morte e ressureição do boi oferecemos um espaço para se 
brincar com máscaras e seres do imaginário encenados por cada participante.

Marcos Felinto é mediador de leitura e educador musical e produtor cultural, atualmente 
desenvolve atividades de facilitação com leitura e musicalização para crianças do ciclo 
infantil. Membro do Coletivo Sistema Negro sustenta diálogos focados na valorização da 
pessoa e das culturas negras, realiza produção musical e cultural, bem como, em conjunto
com as demais pessoas do coletivo, trabalha criações textuais com interesses na mediação de conflitos, diálogos restaurativos, representatividade e empoderamento da pessoa negra.

Maysa Martins é arte educadora e trabalha atualmente como educadora pesquisadora do 
Museu Afro Brasil, onde elabora visitas e oficinas e formações para crianças, adolescentes, 
adultos e professores com foco em arte, cultura e história africanas e afro brasileiras. Se 
dedica atualmente à pesquisa de arte tradicional africana e afrofuturismo.

Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência.
Local: Sala de Oficinas 2 - 1º Pavimento.
Livre. Grátis.
Até 16/12. Sábados e domingos - das 11h às 13h, e das 14h30 às 16h30.

Serviço

Sesc Belenzinho
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000
Belenzinho – São Paulo (SP). Telefone: (11) 2076-9700
www.sescsp.org.br/belenzinho

Estacionamento: Para espetáculos com venda de ingressos após as 17h: R$ 15,00 
(não matriculado); R$ 7,50 (credencial plena no SESC - trabalhador no comércio de bens,
 serviços e turismo/ usuário).