EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Caleidos Cia de Dança apresenta “Coreológicas Ludus”, um espetáculo de dança para toda a família




Concebido em 2009, o espetáculo interativo de dança contemporânea propõe cenas de participação e descoberta da dança. Cada apresentação é um convite diferente a todos os corpos para apreciar, dançar e experienciar a ludicidade da arte  

No próximo sábado (26) e domingo (27), o Caleidos Cia de Dança vai apresentar o espetáculo interativo “Coreológicas Ludus”, concebido em 2009, em diálogo com a Coreologia de Rudolf Laban. Este espetáculo interativo de dança contemporânea propõe cenas de participação e descoberta da dança. Cada apresentação é um convite diferente a todos os corpos para apreciar, dançar e experienciar a ludicidade da arte.


“Coreológicas Ludus” faz parte de uma programação de espetáculos de dança interativos criados pelo Caleidos para toda a família. A ideia é convidar para o palco as crianças e os pais ou avós para que todos participem juntos de um processo lúdico e criativo. 





“Em geral, nossos trabalhos não têm uma faixa etária determinada. Para nós é mais interessante quando a família inteira está junta no palco dançando. Então não se trata de uma arte “para” a criança, mas sim de uma arte “com” a criança, que inclui a criança junto com o pai, ou com a avó, ou com o irmão mais velho”, conta a diretora do Caleidos, Isabel Marques.


“Nosso trabalho aposta em criar a dança junto com a criança e, neste processo interativo, trabalhar o empoderamento do corpo infantil. Deixar a criança saber que ela pode criar, que ela pode participar e que ela tem voz. Acreditamos na capacidade da criança de refletir, de problematizar e de pensar e de ter suas próprias ideias e danças”, conta a diretora.

Os espetáculos interativos criam um diálogo com as crianças e com o público. As crianças são sempre convidadas e dançar com a companhia. O Caleidos já tem 23 trabalhos com pesquisa contínua com a interação, muito influenciada com as teorias do Paulo freire no sentido de criar um diálogo entre os artistas e o público, no caso, o público infanto-juvenil e seus familiares/adultos.

“Vemos a dança como uma possibilidade de leitura do mundo. Como eu enxergo o mundo, como eu penso o mundo e como crítico o mundo a partir da experiência de dança. Nossa proposta de dança é pensar o ser humano como um criador de dança e, portanto, um cocriador do mundo” conclui Isabel.

Seguindo esta filosofia de trabalho que combina dançar, conhecer, brincar e criar, o Caleidos também criou o curso “Dança Criança”, voltado para crianças e jovens de 7 a 12 anos. Quando a brincadeira vira dança? Na dança que brinca, que joga, que propõe encontros e formas de conhecer o corpo e a arte com diferentes modos de dançar.

“Este curso, ministrado pela professora Milena Bushatisky, formada pela USP e pelo Instituto Caleidos, é para meninos e meninas que querem dançar experienciando o corpo em movimento de forma lúdica e prazerosa, (re)conhecendo-se no mundo e nas relações sociais”, conclui Isabel.


SERVIÇO:
COREOLÓGICAS LUDUS – espetáculo interativo de dança para todos os corpos 
Direção: Isabel Marques e Fábio Brazil
Data: sábado, dia 26 de agosto, às 16h; e domingo, dia 27de agosto, às 11h
Local: Na sede do Instituto Caleidos
Endereço: Rua Mota Pais, 213, Lapa, São Paulo, SP
Classificação etária: LIVRE – para toda a família
Entrada promocional: R$10,00
Telefone: (11) 3021-4970

Mais informações:


Informações para a Imprensa – Instituto Caleidos
Marcelo Pria
MTB # 027461
Rhizome Comunicações
11 98739-6179

Cia. Diversidança apresenta espetáculo de dança no Espaço Cultura CITA


Fonte : Lau Francisco

“Manifesto Poético: Ensaios Cartográficos” é um espetáculo de dança contemporânea da Cia. Diversidança. A apresentação   será no dia 25 de agosto de 2017, às 17h30, no Espaço Cultural CITA (Praça do Campo impo - Rua Aroldo de Azevedo, 20). Com entrada gratuita, o evento antecede estréia de novo espetáculo da companhia, previsto para Outubro de 2017.

O objetivo é ocupar espaços com apresentações de dança. A ideia é tornar esta arte mais acessível à população e, ao mesmo tempo, proporcionar reflexões.  Em meio ao caos urbano, à pressa das pessoas, ao estresse do trabalho, do trânsito, a dança da Cia surge como ponto de fuga para o olhar do transeunte/espectador constantemente embebido pela rotina da cidade.

O trabalho quer provocar uma reflexão também para os próprios bailarinos, que se questionam sobre seu ofício a partir da pergunta “Por que você dança?” “Quais as conquistas, lutas e perdas da dança?” “O que temos contribuído pra dança na cidade?” “A dança pode mudar o seu mundo?”, “Qual é o papel do artista da dança na sociedade?”. O projeto problematiza o desenvolvimento dessa arte, suas conquistas e perdas, os direitos trabalhistas para a categoria, a aquisição de recursos, as fronteiras entre territórios e as diferentes linguagens.

Outra característica do projeto é seu intuito de manifestar a importância que a dança exerce no cotidiano dos artistas e espectadores. O enredo  foi construído a partir de diversos depoimentos entrelaçados com uma trilha sonora e coreografia. “O público pode esperar, além de uma experiência estética, uma vivência simbólica, na qual transeuntes e apreciadores também podem ser artistas”, define Rodrigo Cândido. O espetáculo nasceu a partir de uma apresentação do grupo na Mostra de Artes Cênicas - Estéticas das Periferias. Nesta oportunidade a companhia resolveu colocar em prática o desejo de criar algo para espaços urbanos e aprofundar diálogos em cena que refletissem questões pertinentes aos profissionais da dança e também para o próprio público. Os bailarinos passaram quase dois anos em pesquisa, entendendo o universo do espaço público, como poderiam tornar o trabalho mais potente.



Ficha Técnica

Direção Geral e Artística: Rodrigo Cândido Interpretes-Pesquisadores: Alessandro Saldanha, Cintia Rocha, Felipe Santana, Iliandra Peluso, Márcio Vitorino, Rodrigo Cândido, Rosângela Alves e Vinicius Borges Assistência Artística/Ensaiadora: Daniele Santos Preparação Corporal: Daniele Santos e Rodrigo Cândido Produção Executiva: Junior Cecon Assistente de Produção: Valéria Ribeiro Preparação Corporal/Convidados: Begson Queiróz, Érika Moura e Luciana Bortoletto Trilha Sonora: Vitor Gonçalves
Operador de Som: Rivaldo Ferreira Figurino e Customização: A Cia Fotografia: Gabriel Gomes Assistente de Fotografia: Mariana Rodrigues
Captação e Edição de Vídeo: Leandro Caproni Assessoria de Imprensa: 7 Fronteiras Comunicação Arte de Divulgação: Rodrigo Cândido e Willian Santana

Depoimentos: Ana Bottosso, Andrea Soares, Andrey Alves, Cléia Varges, Cleber Vieira, Daniele Santos, Danilo Nonato, Felippe Peneluc, Lucimeire Monteiro, Ivan Bernardelli, Pedro Costa, Priscila Maria Magalhães, Nany Oliveira, Natália Siufi, Roni Diniz, Sandro Borelli, Silvana de Jesus Santos, Valeria Ribeiro, Vaneri Oliveira e Vinicius Francês

Serviço

Dia 25 de agosto, às 17h30, no Espaço Cultura CITA (Praça do Campo impo - Rua Aroldo de Azevedo, 20). Com entrada gratuita
Classificação: Livre
Duração: 60 minutos aproximadamente

Realização: Cia Diversidança, Cooperativa Paulista de Dança, Programa Municipal de Fomento à Dança e Secretaria Municipal de Cultura.