EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

segunda-feira, 16 de setembro de 2019


Palestra-performance aborda o corpo negro a partir do pensamento de Frantz Fanon


Com solo do guadalupense Médrick Varieux, O preto bonito está cagando para você, Madame! foi criada a partir do texto “A experiência vivida do negro”, capítulo do livro “Pele negra, máscaras brancas”, da autoria do influente pensador martiniquense da descolonização Frantz Fanon.



Na próxima sexta-feira (20), às 19h30, a Taanteatro Companhia apresenta a palestra-performance O preto bonito está cagando para você, Madame!, na Oficina Cultural Oswald de Andrade. A entrada é gratuita.

Com solo do guadalupense Médrick Varieux, a performance aborda o corpo negro a partir do texto “A experiência vivida do negro”, capítulo do livro “Pele negra, máscaras brancas”, da autoria do influente pensador martiniquense da descolonização Frantz Fanon (1925 a 1961).

Em diálogo com o público, a performance introduz à trajetória e obra do psiquiatra e filósofo Frantz Fanon. Sob a forma de um testemunho e de uma confissão, traz o relato de uma a vida conflituosa e de uma consciência que se descobre negra ao entrar no mundo e encontrar a si mesma.



A performance O preto bonito está cagando pra você, Madame! faz parte do Fórum de Ecoperformance, proposto pela Taanteatro Companhia por ocasião do projeto [des]colonizações. Contemplado pela 25ª edição do Programa Municipal de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo, [des]colonizações investiga a aplicação de estudos pós-coloniais na criação teatro-coreográfica.

Médrick Varieux é filósofo, escritor e ator. Nasceu em Guadalupe, ilha francesa no Caribe, onde começou a atuar numa peça reunindo textos de autores caribenhos como Aimé Césaire e Maryse Condé, sob a direção da atriz e diretora Esther Myrtil. Formado pela Universidade Panthéon-Sorbonne, e doutorando pela UFRJ, desenvolve no Brasil uma dupla pesquisa teórica e artística sobre as possibilidades de renovação estética e política da cultura afrodiásporica.




Serviço:
Palestra-performance O preto bonito está cagando pra você, Madame!
Dia 20 de setembro, sexta-feira, às 19h30
30 lugares
Os ingressos são distribuídos com 1 hora de antecedência.
Gratuito
Duração: 90 minutos
Classificação 12 anos
Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade - Rua Três Rios, 363 - Bom Retiro - São
Paulo/SP
Informações: Tel: (11) 3222-2662

Nenhum comentário:

Postar um comentário