Vera Manhães mãe de Camila Pitanga e curiosiades sobre Gabriela, Cravo e Canela





Por : Preta Jóia

A belissíma atriz Vera Manhães , uma das favoritas de Glauber Rocha, ex-esposa de Antonio Pitanga, e mãe de Camila e Rocco Pitanga,  era forte  candidata à  representar Gabriela, na primeira versão da novela de Walter George Durst, baseada no romance de Jorge Amado, Gabriela,Cravo e Canela ,  exibida entre 14 de abril e 24 de outubro de 1975.
  Afinal , além do talento, tinha a cor natural, bem próxima da descrita por Jorge Amado.
Mas prevaleceu o “marketing” de Sônia Braga e várias sessões de bronzeamento  para ganhar o papel e se consagrar.













Então pensei...quando surgisse a oportunidade de uma nova versão de “Gabriela, Cravo e Canela” quem sabe a Rede Globo faria justiça e daria o papel para Camila Pitanga, tão bela
cor natural e talentosa quanto a mãe, que infelizmente abandonou a vida artística em 1979,
por não ter sido mais convidada para trabalhos  pela emissora, mas que ledo engano, Juliana
Paes foi a eleita para o papel e para as próximas sessões de bronzeamento artificial.
Não que deixe de admirar o trabalho e a beleza de Juliana, mas fala sério, Camila Pitanga
merecia esse papel, afinal ela é a própria Gabriela , mas talvez tal acontecimento traria
novamente à tona comentários sobre a injustiça do passado.








Na época do lançamento da novela Gabriela (1975), foram cogitados nomes de algumas atrizes, uma das apostas mais fortes era a de Vera Manhães, casada na época com Antonio Pitanga.

Vera foi recusada pela direção da globo por "não ter o tipo físico ideal para interpretar a personagem". A escolha de Sonia Braga causou um grande desconforto, porque muitos viram nisso uma tentativa de embranquecimento da personagem (que aconteceria em outras histórias de Jorge Amado adaptadas pro cinema e pra televisão).

Achei essa entrevista aqui dela falando sobre tudo isso e achei bem interessante, é da "revista amiga" de maio de 75.

"Quando a Globo resolveu fazer a novela baseada no romance do baiano Jorge Amado, Gabriela Cravo e Canela, Vera Manhães foi apontada como uma das fortes candidatas ao papel. Ela é mulata de verdade e tem uma estampa quase fiel à imagem que muitos fazem da personagem, lendo o livro. Apesar disso, a Globo não se interessou e até desprezou a atriz, através de uma carta em que Boni - superientende de produção e programação da emissora - disse que Vera não tinha nem tipo físico para o papel e muito menos talento. Foi um fato bastante desagradável, que deixou muita gente constrangida, principalmente a atriz.

'Por que não fui Gabriela? Acho que essa pergunta não deve ser feita a mim, mas sim à direção da Globo.'

'Acho Sonia uma excelente atriz e na certa ela conseguirá levar o papel muito bem. O negócio é com a direção. Afinal, de todas as novelas de que participei, sempre fiz papel da empregadinha (O Cafona, Bandeira 2, O Bofe e alguns especiais). Não que eu tenha pretensões de ser uma grande estrela, não. Quero apenas ter as mesmas oportunidades que outras atrizes tiveram. A verdade todo mundo enxerga, menos a direção da Globo.'"

(postado pelo Augusto César no grupo) 
 

MAIS SOBRE VERA MANHÃES:
Nascida em 1950, atriz, bailarina, ex-miss e ex-modelo. Desfilou para Pierre Cardin brasileira.

Deu aulas em casa e entre seus clientes famosos teve a atriz Regina Duarte.

Áreas: Cinema, teatro e TV
Nascimento: 22/02/1950, São Paulo/SP
Carreira: 1970-1979
Papel marcante: Gracinha, em "Bandeira 2" (1971)

Último trabalho na televisão: Novela Marrom Glacê




Roco e Camila reproduzem foto antiga dos pais 






Antonio Pitanga, Camila  e Vera Manhães 

Vera Manhães com a mãe , aos 2 anos , arquivo pessoal 

Vera Manhães com Camila ainda bebê /arquivo pessoal 




Camila Pitanga , com a filha Antônia e com a mãe Vera Manhães  / Foto : arquivo pessoal 




Vera Manhães, atriz e modelo 





TV


CINEMA 

  • A Nudez de Alexandra (1976)
  • Quando o Carnaval Chegar (1972)
  • O Barão Otelo no Barato dos Bilhões (1971) - Neusa
  • A Moreninha (1970) - Paula

Comentários

  1. Eu desconhecia essa história e falta também na midia mais informãções sobre a atriz Vera Manhães.Mais uma vez a Globo(representando a grande midia) perdeu a oportunidade de se minimizar seus erros do passado e que insistem em perdurar até os dias de hoje.
    Abraço
    Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Rose...a Globo é uma emissora que por ter o tamanho e a importância que tem para o país poderia usar toda a sua força fazer a coisa certa, mas não se importa com isso, já que ela já compre sua "obrigação com a lei de cotas"...infelizmente.

      Excluir
  2. Nossa que gente linda e talentosa! A foto do Antonio Pitanga e Vera Manhães é belíssima!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. A Sonia Braga precisou de bronzeamento...para quê?

    ResponderExcluir
  5. A mãe de Camila Pitanga foi uma mulher belíssima quando jovem. A negritude acentuada a torna mais bela que a tão bela filha Camila Pitanga. /////

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belíssima a Vera mãe da Camila lindas ...Talentosas.Familia maravilhosa!

      Excluir
  6. A mãe de Camila Pitanga foi uma mulher belíssima quando jovem. A negritude acentuada a torna mais bela que a tão bela filha Camila Pitanga. /////

    ResponderExcluir
  7. Eu acho que a Vera não passou no teste do sofá dos grandes diretores da Globo,assim como a Camila pitanga tbm. Já as outras...

    ResponderExcluir
  8. Muito linda a mãe de Camila pitanga 👌👌👌 é uma pena as injustiças deste mundo🙏🏼

    ResponderExcluir
  9. O Boninho pai foi um racista escroto que os espiritos afros da justica lhe de o castigo merecido

    ResponderExcluir

Postar um comentário