EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

OS CRESPOS APRESENTAM "ENSAIO SOBRE CAROLINA" - GRATUITO



Fonte : SMB - Sistema Municipal de Bibliotecas / Fotos: Os Crespos

Ensaio Sobre Carolina é um discurso-canto-narrativa, Inspirado no livro “Quarto de Despejo” da escritora Carolina Maria de Jesus. Atores e espectadores formam um campo público, misturados, sentados em cadeiras velhas, cheias de histórias, como as do barraco de Carolina. A luz “caseira” ilumina a proximidade entre atores e plateia, e no entre corpos emerge a interrogação sobre os vestígios dos dias de vida dos “marginalizados” na cidade, através do olhar e da fala de uma catadora de papel sobre sua realidade e convívio na sociedade brasileira. Da fome à popularidade instantânea, o talento e a sobrevivência das “carolinas” do Brasil: seus sonhos, Seus amores e sua luta.

AGENDA 

Dia 09 de dezembro às 11h - Biblioteca Álvaro Guerra 
Preço: Gratis
Endereço: Pedroso de Moraes, 1919

Dia 10 de dezembro às 11h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Preço: Gratis
Endereço: R. Antônio Maia, 651, Perus. são paulo 

Dia 16 de dezembro às 11h - Biblioteca Nuto Sant’anna 

Preço: Gratis
Endereço: Pça Tenório Aguiar, 32


Dia 16 de dezembro às 14h - Biblioteca Sylvia Orthof



Preço: Gratis
Endereço: Av. Tucuruvi, 808


Dia 17 de dezembro às 11h - Biblioteca Hans Christian Andersen
Preço: Gratis
Endereço: Av. Celso Garcia, 4142


Sidney Santiago Kuanza











Carolina Maria de Jesus



Carolina Maria de Jesus - Foto : Audálio Dantas


Carolina Maria de Jesus nasceu em 1914, em Sacramento, Minas Gerais. De família pobre, ela cursou somente os primeiros anos do primário, e se mudou para São Paulo em 1937, onde trabalhou como doméstica e catadora de papel.
Nesse período, ela mantinha consigo inúmeros diários onde relatava o seu dia a dia como moradora da favela do Canindé.
Em 1958, ao fazer uma reportagem no Canindé, o jornalista Audálio Dantas conheceu Carolina e leu seus 35 diários. Dois anos depois, ele publicou um dos diários com o título de Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada. A obra vendeu mais de 100 mil exemplares em 40 países e foi traduzida em 13 línguas.
Em 1961, Carolina de Jesus lançou Casa de Alvenaria: Diário de uma Ex-faveladae, no ano seguinte, publicou Pedaços da Fome, seu único romance.
Depois de desentendimentos com editores, em 1969, a escritora saiu de São Paulo e mudou-se para um sítio. Morreu em 1977, aos 62 anos, de volta à pobreza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário