O Centro Digital de Documentação e Memória Olodum – CDMO.

 


Fonte : Ubiratan Miranda 


CDMO é um espaço que visa a preservação da memória Pan-Africana e Afro-Brasileira na luta da polução negra por igualdade e diversidade. O projeto de digitalização idealizado na década de 90, surgiu com o intuito de preservar a memória do Bloco Afro Olodum. Por meio das digitalizações das letras de suas músicas, e posteriormente, com a criação do anexo Mário Gusmão onde eram ministradas as primeiras aulas de informática na sala Kwane Nkrumah.

 



Informamos que a partir de janeiro de 2021, o Centro  encontra-se disponível para solicitação e recebimento dos arquivos de mídia, como também, para espaços de visitação e pesquisas. O local encontrasse aberto para todos os amigos, artistas, acadêmicos, fãs, estudantes, políticos, admiradores, mediante a agendamento e com todas as medidas de segurança da OMS contra o COVID-19. O centro será representado por meio digital sendo possível ter acesso a este material através do número de Whatsapp: +55 (71) 99308-5705 e pelo e-mail: cmemoriaolodum@gmail.com. Os contatos são de responsabilidade da estagiária Yasmin Miranda, estudante do curso de Língua Estrangeira Moderna ou Clássica da Universidade Federal da Bahia, que é a encarregada para a solicitação e recebimento de arquivos e pesquisas sobre a Instituição Olodum viabilizando o avanço na área de documentação e memoria Afro-Digital.

 Rua das Laranjeiras, 24 - Pelourinho

Salvador - BA, 40026-230

Tel: (71) 9 9308-5705

Site: olodum.com.br








Comentários