EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

SHOW: OBRIGADA MARROM - Flavia Saolli canta Alcione





“OBRIGADA MARROM”. Essa é a definição de Flavia Saolli para o show em homenagem a grande diva do samba e da música popular, ALCIONE, dia 15 de outubro, no Teatro Rival. A apresentação traz músicas paradoxalmente atemporais de uma das maiores cantoras, e porque não dizer, para Flavia Saolli, a maior cantora do Brasil e fonte de inspiração para diferentes gerações de músicos.

Assim, entre uma apresentação e outra, entre rodas de samba, palcos e teatros, a cantora, compositora e atriz FLAVIA SAOLLI, vem ao  palco sagrado do teatro Rival, com o show OBRIGADA MARROM, fazer uma viagem pelo repertório de sucessos de Alcione para assim homenagear, e ao mesmo tempo agradecer a tudo que aprendeu com a artista ouvindo suas canções, sem que sequer ela soubesse o quão importante ela seria na trajetória de Flavia. Alcione sempre foi sua grande referência, desde muito pequena, tornando-se aquela que seria no futuro a grande formadora de seu canto e de seu repertório.

Com Direção Artística de Milton Cunha (carnavalesco, cenógrafo  e comentarista de carnaval), Direção Musical do Maestro Marcio Ricardo, participações de Iracema Monteiro, Anderson Leonardo (Grupo Molejo), Sylvia Nazareh (Sobrinha da Marrom), Saolli interpreta clássicos como Cajueiro Velho, As Rosas não Falam, Sufoco, Rio Antigo, canções de Mangueira, entre outras. “Marrom formou meu canto”, resume Flavia. Para ela, este show é muito diferente de todos que já fez, pois tem um valor emocional e expectativa enormes, com um repertório que retrata a carreira da homenageada, mas que ao mesmo tempo traz lembranças inesquecíveis da vida de Flavia e como essas obras a influenciaram. E isso fica cada vez mais intenso nas apresentações de Flavia, quando a ela é pedido pelo público que cante músicas da MARROM. O público vai ao delírio! Então, a pedido do povo, de seu coração e por admiração a essa diva do samba e da música popular brasileira, Flavia Saolli canta ALCIONE.  “Alcione canta com a Alma, e é assim que quero cantar”, diz Flavia.  É essa beleza que estará presente em cada minuto dessa homenagem. Vai ser inesquecível, com muita emoção.



“Alcione canta com a Alma, e é assim que quero cantar”, diz Flavia.  É essa beleza que estará presente em cada minuto dessa homenagem. Vai ser inesquecível, um show com muita emoção! 

Este espetáculo é um projeto idealizado por Flavia Saolli e produzido pela J&F Produções (Jeferson Martins).  


SERVIÇO:
Data: 15/10/2019
Local: Teatro Rival Petrobrás
Endereço: Rua Álvaro Alvim, 33/37 - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Horário: 19h30
Abertura da casa: 18h
Classificação: 18 anos
Assessoria de Imprensa - Dona Moça Comunicações (21)99619-1275 
Produção artística -  (21)99146-0060

BILHETERIA OFICIAL - SEM COBRANÇA DE TAXA DE SERVIÇO
Teatro Rival
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Terça a sexta-feira das 13h às 21h
Sábados e feriados das 16h às 21h
Apenas venda e retirada de ingressos para os eventos do Teatro Rival






SOBRE  FLÁVIA SAOLLI


Flavia Saolli é nascida e criada no subúrbio do Rio de Janeiro, pertinho de Madureira, berço do Samba, onde desde criança já frequentava, com seus pais, as quadras do Império Serrano e da Portela, esta última, sua escola do coração. 

A cantora e compositora, formada em Direito, exerceu a profissão por um tempo, mas nasceu para Música. Cantou em algumas bandas de pop rock e MPB, mas hoje, ela tem carreira solo é no Samba, e vem se destacando como uma das vozes revelações do samba na atualidade.

A cantora passeia lindamente entre a MPB, Bossa Nova mas principalmente pelo Samba em suas diversas nuances. Dona de uma voz marcante, grave e ao mesmo tempo rouca, Flavia Saolli é comparada às grandes divas da Musica Brasileira, inclusive, por ter uma extensão vocal privilegiada. A Cantora vem deixando seu nome e sua marca registrada por onde passa. Em seus shows, a cantora traz canções eternizados nas vozes de artistas Alcione, Clara Nunes, Maria Bethania, Elis Regina, Beth Carvalho, D. Ivone Lara, Emílio Santiago, Djavan, Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Gonzaguinha e tantos outros ícones da nossa música. Além disso ela é uma jovem compositora que vem conquistando cada vez mais as pessoas com suas composições.

Flavia cantou e canta nas principais casas de shows do Rio de Janeiro como Bola Preta, Rio Scenarium, Centro Cultural Cartola (Museu do Samba), Centro Cultural Carioca,  Carioca da Gema, Beco do Rato, Estudantina, Baródromo, entre outas casas da Lapa. Beco das Garrafas, SESC’s e Lonas Culturais, entre outros. Flávia também já levou suas músicas para Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rondônia e Mato Grosso. Ela também circula nas mais tradicionais rodas de samba cariocas como Cacique de Ramos, Pagode da Tia Doca, Poetas do Samba, Quintal do Pagodinho, Samba Luzia, Renascença e Samba no Sítio.

Em 2013 e 2014 gravou faixas nos CD’s do 7ª e 8ª. Festival de Samba de Quadra do Sesi. Em 2015, após participação em eventos do Museu do Samba, foi convidada por Nilcemar Nogueira, neta de Cartola e Dona Zica, gestora cultural e ex-secretária de Cultura do Rio, para gravar uma das faixas do projeto Sambas para a Mangueira, o que foi um divisor de águas em sua carreira. Em 2016 passou a integrar o elenco do Musical Cartola - O Mundo é um Moinho, sucesso de critica e público pelo Brasil em 2016 e 2017. Em 2018 a Cantora, compositora e agora atriz, lançou seu EP autoral, "Respirando Amor", encantando a todos com um repertório romântico, em parceria com Xande de Pilares e Paulo Henrique Mocidade. Ainda em 2018 teve, entre 4.000 inscritos, a musica "AMOR", primeira faixa do EP, selecionada para a mostra do FEMUCIC 40 anos, além de ter sido selecionada para o Mucuriarte, em Minas Gerais e para o Fenac, onde teve a chance de mostrar suas canções pelo país.

Flavia Saolli traz para os palcos a mistura ideal entre as batidas ritmadas da música brasileira e os acordes próprios dos maiores cantores do Brasil, com a interação de uma artista fazendo a sua performance ao vivo (voz, canto, beleza, encanto, dança e elegância) que contagia e encanta a todos que a assistem. Com toda a sua malemolência e presença de palco, sabe exatamente como prender a atenção do seu  público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário