EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quinta-feira, 27 de junho de 2019

Homenagem ao Mestre dos Ogans - renomado Ogan Bángbàlà





Pai Bángbàlà completou na última sexta-feira (21 de junho), 100 anos. As comemorações do centenário de Luiz Ângelo da Silva, Ogan Bángbàlà - um dos líderes mais importantes do Candomblé no país, não param. E ontem (26), na parte da noite, no Salão Nobre da Câmara Municipal do Rio, na Cinelândia, recebeu o Título de Cidadão Honorário do Município do Rio de Janeiro, condecoração articulada pelo Vereador Átila A. Nunes.
Com salão lotado, vários amigos, inúmeros sacerdotes e admiradores. Presentes ainda outro mestre: José Beniste - ogan, pesquisador, escritor. Sem sobra de dúvida alguma, Bángbàlà e Beniste são dois ícones e grandes referências para o povo de matriz africana e até para quem tem sensibilidade para entender que eles são tutores de histórias do sagrado e de fé. 




"Quero parabenizar o nosso querido Ogan Bangbala pelo seus 100 anos de vida e dedicação à nossa Religião! Que Olódùmarè possa lhe proporcionar anos e mais anos de vida. Seu legado é de suma importância para toda a sociedade. Todas as honras à esse grande mestre", afirmou Ivanir dos Santos, que fez questão de dar um abraço ao veterano ogan. "São 100 anos de entrega total ao candomblé transmitindo seu riquíssimo conhecimento", completa o Prof. Dr. Babalawô Ivanir dos Santos. 
Bángbàlà que em Yorubá significa "aquele que recebeu riquezas", traz um legado precioso. Em 2007, recebeu o Prêmio Camélia da Liberdade (prêmio oferecido pelo Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP), em reconhecimento a instituições de ensino, empresas, órgãos do poder público, veículos de comunicação e personalidades que promovem ações de inclusão social de afrodescendentes). Citando apenas um dos muitos prêmios que já recebeu. Vida longa à Bángbàlà - Mestre dos ogans.


Nenhum comentário:

Postar um comentário