EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

segunda-feira, 22 de abril de 2019

N-1 Edições lança “Ética Bixa- Proclamações Libertárias






N-1 Edições lança “Ética Bixa- Proclamações Libertárias para uma militância LGBTQ”, do filósofo e psicanalista Paco Vidarte

A N-1 Edições lança na próxima quinta-feira, dia 25 de abril, das 19h às 22h30, no Cabaret da Cecília (Rua Fortunato 35) o livro “Etica Bixa – Proclamações Libertárias para uma militância LGBTQ”, do filósofo e psicanalista Paco Vidarte (Sevilha, 1970-2008). Um dos primeiros teóricos espanhóis a pensar a Teoria Queer (que questiona sobre as identidades não binárias, o que foge da relação de sexo biológico com gênero), o livro foi escrito em apenas três semanas e funciona como um poderoso manifesto que nos faz refletir acerca de nossas sexualidades e identidades dissidentes, além de fornecer importantes insights teóricos para pensar a atual conjuntura política. Além do lançamento, haverá também o debate : "O que significa ser LGBTQIA+ no Brasil em 2019?". Na mesa, estarão o filósofo, blogger e jornalista Ali Prando, o editor da Hornet Brasil Marcio Rolim, e o ator e dramaturgo Ronaldo Serruya.

Escrito em primeira pessoa, “Ética Bixa” impacta não só pela lucidez a partir de um “esporro gramatical” de Paco Vidarte, que analisa e questiona valores da sociedade, da política e da própria comunidade LGBTQ, mas também pela atualidade de seus pensamentos e colocações, que podem ser perfeitamente equiparados com nossa própria realidade.

Formado pela Universidad de Comillas (Prêmio Extraordinário de Licenciatura), Vidarte era mestre em teoria psicanalítica. Foi professor titular na Universidad Nacional de Educación a Distancia (Uned). Era especialista em filosofia contemporânea e, em particular, na obra de Jacques Derrida, sobre quem publicou numerosos livros, artigos, conferências e traduções. Em 2003 tornou-se diretor do curso de ensino aberto da Uned “Introdução à Teoria Queer”. No âmbito dessa teoria, publicou os livros Homografías e extravíos, ambos com Ricardo Llamas (Espasa-Calpe, 1991 e 2001) e Teoria queer: políticas bolleras, maricas, trans, mestizas, em colaboração com Javier Sáez e David Córdoba (Egales, 2005). Foi o promotor de um dos primeiros encontros queer da Espanha, o curso de verão da Uned em La Coruña “Gênero e diferença: estratégias para uma crítica cultural” (2001) e ministrou também diversas conferências onde aplica leituras queer às manifestações culturais (cinema, internet, psicanálise etc.).

Trecho de “Ética Bixa”
“Escrevi este livro em menos de três semanas. Isto quer dizer que talvez fosse melhor não o ter publicado e pensar as coisas mais um pouco. Mas se ele chegou até você é porque mais alguém além de mim, inclusive a editora e alguns amigos que costumam me aconselhar bem, deve tê-lo achado interessante, divertido, oportuno ou que vale a pena, por algum motivo que não imagino qual seja. Há ocasiões em que acredito que essas linhas são muito individuais, que são apenas uma revolta minha, um desabafo diante do que está caindo, sem o menor interesse teórico, a não ser a necessidade que pode haver no movimento LGBTQ de compartilhar frustrações, raivas, ódios, a necessidade urgente de fazer algo, a sensação de esgotamento de nossos coletivos, dos dirigentes e das teses oficialistas, a certeza de que ficamos muito tempo no fundo do poço e de que as mudanças legais produzidas no nosso país vão sepultar, paralisar a nossa luta ou deixá-la a ver navios, em vez de potencializá-la e reativá-la”. [Paco Vidarte]

Ficha Técnica
Título ÉTICA BIXA
Autor Paco Vidarte 
Tradução Pablo Cardellino Soto e Maria Selenir Nunes dos Santos 
Ano 2019 | 1ª edição
Nº de páginas 184
Dimensões 14 x 21cm 
ISBN 978-856-694-380-1
Preço de capa R$ 50,00

Serviço
Evento: Lançamento do livro “Etica Bixa – Proclamações Libertárias para uma militância LGBTQ”, de Paco Vidarte
Quando: Quinta-feira, dia 25 de abril, das 19h às 22h30
Local: Cabaret da Cecília (Rua Fortunato 35)


Nenhum comentário:

Postar um comentário