EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Prof°. Dr°. Babalawô Ivanir dos Santos - participa da 4° edição das Bandeiras de Matrizes Africanas, no Macapa



Prof°. Dr°. Babalawô Ivanir dos Santos - UFRJ, Interlocutor da CCIR e Conselheiro Estratégico do CEAP, participa da 4° edição das Bandeiras de Matrizes Africanas, marca o dia nacional de combate à intolerância religiosa, no Macapá

A abertura acontecerá com roda de conversa com o Babalawô Ivanir dos Santos, importante representante da luta contra a intolerância religiosa no Brasil, que irá palestrar sobre "Intolerância Religiosa e Racismo Institucional na conjuntura atual", no dia 19 de janeiro, às 16h na sede da Federação Cultural Afro- Religiosa de Umbanda e Mina Nagô (Fecarumina), localizada na Avenida Carlos Gomes, 573, bairro Jesus de Nazaré, Zona Norte de Macapá. 

"A intolerância não pode ser maior que o nosso desejo de paz, tolerância e coexistência pacifica. Por isso, o dia 21 é para nos um momento de rememoração e fortalecimento das nossas resistências cotidianas", afirma Ivanir dos Santos  

IV Caminhadas das Bandeiras de Matrizes Africanas acontece, dia 21 de janeiro, com concentração, às 15h na Praça Veiga Cabral.

Em todo o Brasil, o dia 21 de janeiro é marcado por celebrações de combate à intolerância religiosa. No Amapá, a tradicional Caminhada das Bandeiras de Matriz Africana chega em a sua 4ª edição. Com o tema "Cultura: ancestralidade de um povo", o Movimento Juventude de Terreiros do Amapá com o apoio da Prefeitura de Macapá, por intermédio do Instituto Municipal de Políticas para Promoção da Igualdade Racial (Improir), Federação Cultural Afro- Religiosa de Umbanda e Mina Nagô (Fecarumina), Universidade Federal do Amapá, Associação Beneficente do Ylê da Oxum Apará (Abyoa), Liga Independente das Religiões Afro-Amerindias do Amapá (LIRA) e adeptos de religiões de matriz africana querem chamar atenção da sociedade amapaense sobre a visibilidade da cultura afro-brasileira dos terreiros. Nesta data caminhada sairá da Praça Veiga Cabral, às 16h em direção a Praça Floriano Peixoto, centro de Macapá.

A programação inicia às 15h, na Praça Veiga Cabral, com apresentações culturais de Marabaixo, capoeira, hip-hop e rituais afro-religiosos com roda de cânticos das nações religiosas. Às 16h, o movimento ganha as ruas, seguindo pela Cândido Mendes até a Av. Henrique Galucio, e depois em direção a Praça Floriano Peixoto, onde os rituais terão continuidade com o grupo de Afoxé - Tambores Tucujus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário