EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Ivanir dos Santos em Parintins

Fonte : Rozbangela Silva / Fotos : Parintins 

O Babalawô Ivanir dos Santos em solo amazonense, viajou a convite do Boi Garantido, para o Festival de Parintins - umas das maiores festas folclóricas do mundo, que aconteceu nos dias 29 e 30 de junho e 1 de julho. Este ano, O BOI GARANTIDO se apresentou com 2 toadas (músicas) de temática negra, teve representação no espetáculo: AS CORES DA FÉ (contra a intolerância religiosa, com música de Marcos Moura, Enéas Dias e João Kenedy - conhecido como Baiás) e CONSCIÊNCIA NEGRA (dos compositor Paulinho Du Sagrado).

Trouxe  como tema o "Auto da Resistência Cultural", que norteou 3 grandes espetáculos que foram apresentados no "Bumbódromo".  Momento em que destacaram as diferentes formas de resistências do povo, em especial dos indígenas e dos negros. 
Pela primeira vez na história do festival de Parintins, o tema da apresentação será sobre as negritudes e intolerância religiosa. Segundo informações do Marcos Moura, coordenador cultural do Boi Garantido "A equipe chegou até o professor Ivanir por meio de uma grande pesquisa sobre atividades negras e líderes religiosos". 

Ivanir esteve na Cidade Garantido, na Estrada Odovaldo Novo, no Bairro de João Novo, onde aconteceram os ensaios e elaboração das alegorias e fantasias da festa. Foi apresentado à nação vermelha e branca (cores do grupo), para cerda de 1000 pessoas. Explicou sobre a importância de lutar contra a intolerância religiosa e parabenizou o Garantido pelo tema do festival 2018.


Com dia corrido, participando ainda de roda de conversa, diálogo com lideranças religiosas locais, organizada pelo Instituto Cultural Ajuri. Aproveitou para conhecer a beleza do local, visitou a Igreja Nossa Senhora do Carmo, padroeira de Parintins e a feira de artesanato de artistas parintinenes, no Salão Paroquial da Catedral, ambas no Centro. E claro, conheceu a gastronomia local, apreciou o tambaqui, peixe tipico amazônico.



Na tarde de quinta, na coletiva de imprensa, justificou sua participação no desfile do "Autor da Resistência  Cultural - É um dos lideres na América Latina do movimento contra intolerância religiosa", que acontece hoje, sexta, a partir da 21h. Mas a grande surpresa dessa edição ficará por conta da homenagem que receberá  na arena.

"Eu estou imensamente lisonjeado pelo convite do grupo Garantindo e pela homenagem que estão me prestando no evento. A troca inter estadual é totalmente brasileira é a grande marca do Garantido" atestou Ivanir.


Xande de Pilares, assim como o babalawô participaram pela 1ª vez da festa. O sambista foi levado pelo cantor Ivo Meirelles, que já está bem acostumado com a folia, esteve em outras edições, mas dessa vez, fez sua estreia na toada “Perrechés do Brasil”, chegou ao curral do Garantido e logo foi assediado para fotos e selfs, na noite de sexta.




Outro grupo também saiu do Rio para participar no "bumbódromo" - bailarinos coordenados por Patrick Carvalho, criador da comissão de frente da Tuiuti no Carnaval 2018, que se apresentaram durante a toada "Consciência Negra". Aliás, foi dos momentos mais emocionantes na arena, que contou 15 bailarinos cariocas. 

A diversidade foi logo mostrada no início, quando foi entoada com música de Clara Nunes "O Canto das Três Raças’, que serviu de pontapé inicial para a celebração folclórica. Essa edição trouxe como tema o "Auto da Resistência Cultural", contou com 2 toadas (músicas) de temática negra, com representações em formato de espetáculos: As Cores da Fé - contra a intolerância religiosa e Consciência Negra. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário