EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Grupo Dragão7 de Teatro participa do Ciclo de Teatro Luso-Brasileiro 2018

Dragão7 vai a Portugal participar
do Ciclo de Teatro Luso-Brasileiro

Auro da Barca do Inferno -Cruza Borges -divulgação.jpgFonte: Eliane Verbena/ Foto: Pedro Lougan 
Iniciando as comemorações de seus 30 anos de atividades, o Grupo Dragão7 de Teatro participa do Ciclo de Teatro Luso-Brasileiro 2018 de Arcos de Valdevez, no norte de Portugal, no dia 22 de abril (às 16h), com o espetáculo Auto da Barca do Inferno.

Oficinas de teatro para atores locais também estão na programação, nos dias 17 e 18, além de apresentações do espetáculo infantil Pés na Estrada em escolas da cidade, nos dias 18 e 19.

O Ciclo de Teatro Luso-brasileiro de Arcos de Valdevez acontece entre os dias 16 e 30 de abril. Para Nuno Miguel Soares, diretor da Casa das Artes, onde ocorre a mostra, o evento simboliza um importante momento de aproximação cultural entre Brasil e Portugal, evidenciando as novas perspectivas performativas e dramáticas brasileiras.


Auto da Barca do Inferno

Em algum lugar, além da morte, há um cais onde duas barcas ancoradas aguardam os que deixam esta vida. Uma tem como destino e direito, por meio das Esferas Celestiais, a luz divina da eterna glória do paraíso; a outra vai para o inferno. Ninguém escapa ao julgamento final. Sejam grandes ou pequenos, os pecados, as bravuras, as heresias, as inocências, as hipocrisias, as corrupções, tudo é revelado no tribunal onde o diabo é o promotor. Gil Vicente faz desfilar por esse cais personagens em busca da barca que julgam merecer por direito (a do paraíso), lembrando a nós pecadores que somos candidatos a uma vaga neste “batel infernal”, mas sem esquecer que se trata de uma comédia, e komédia em grego significa festa. O Dragão7 montou o Auto da Barca do Inferno há mais de 20 anos e, em 2017,  apresentou-a no XI Circuito de Teatro em Português em homenagem aos 500 anos do texto de Gil Vicente, considerado “pai” do teatro em língua portuguesa.




Ficha técnica - Texto: Gil Vicente. Direção: Creuza Borgez. Elenco: Creuza Borges, Letícia Bortoletto, Marli Bortoletto, Marcos Barros, Daniel Dhemes, Humberto Fittipaldi e Ailton Rosa. Técnico: Júnior Lima. Camareira: Izabel Cristina. Foto: Dragão7. Gênero: Comédia. Duração: 75 minutos.

Pés na Estrada

A montagem é uma criação coletiva do Dragão7 com direção de Creuza Borges. Os atores Ailton Rosa, Daniel Dheme e Leticia Bortoletto interpretam os palhaços Bu, Bob e Casimira, respectivamente. No enredo, os três palhaços estão com os pés na estrada. Por onde passam, levam alegria e diversão. No meio da viagem eles param para descansar. A partir daí, protagonizam muitas peripécias e se envolvem em confusões, pois cada um, com sua peculiar personalidade, tem um jeito próprio de fazer as coisas. No final da aventura eles descobrem que fazer as coisas juntos é muito mais divertido e proveitoso. Usando objetos inusitados e muitas brincadeiras para promover um jogo atraente e divertido, Pés na Estrada instiga a imaginação do espectador e o convida a viajar por um mundo imaginário.

Ficha técnicaTexto: Criação coletiva Dragão7. Direção: Creuza Borges. Atores: Ailton Rosa, Daniel Dheme e Leticia Bortoletto. Percussão: Daniel Dheme. Figurino: Marli Bortoletto. Trilha original: Ricardo Herz. Treinamento de teatro de objetos: Ailton Rosa. Preparação corporal: Leticia Bortoletto. Duração: 60 minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário