EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

terça-feira, 18 de julho de 2017

MEMORIAL PRETOS NOVOS GANHA PRÊMIO ESPECIAL DE PRESERVAÇÃO

Fonte : Rozangela Silva

Finalmente uma boa notícia que vale a pena compartilhar, não somente com os cariocas, mas principalmente com aqueles que se interessam em pesquisar nossas raízes históricas e culturais: O Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos foi o contemplado na categoria Prêmio Especial - área de Preservação e Difusão do Patrimônio cultural e histórico da cultura Afro-brasileira -, na 4ª Edição do Prêmio Afro!

Esse Prêmio é realizado desde 2009 com o patrocínio da Petrobras, maior incentivadora da cultura afro-brasileira, contando, também, com a parceria da Fundação cultural Palmares/MinC. Trata-se de um investimento que vem contribuindo para a valorização e o fortalecimento de produtores, empreendedores e classe artística, que trabalham sistematicamente com temáticas de matriz africana, cuja demanda teve origem em 2006, no Fórum de Performance Negra, realizado na Bahia.

Para quem não conhece a história dos Pretos Novos

Em 1996, após dar início a uma obra em sua casa, na Rua Pedro Ernesto – Gamboa, que Mercedes Guimarães, gestora do projeto, se deparou com esse importante achado em seu subsolo. Desde então, por iniciativa dela e do seu marido, passaram a compartilhar com o público geral esse grande tesouro, visto por cerca de mais de 72 mil visitantes.
Foi a partir dessa descoberta que surgiu o Sitio Arqueológico do Cemitério Pretos Novos, um Santuário; um museu à céu aberto, com mais de 30 mil ossadas e objetos de escravos. Em 9 de junho/2017, o Cais do Valongo ganhou o título de Patrimônio Mundial da Unesco, dado a importância desses achados arqueológicos, encontrado em escavações feitas durante as obras de revitalização da região, hoje conhecida como “pequena África”.

Para que esse trabalho tão importante seja mantido, faz-se necessário recursos para a manutenção, não somente do espaço como também de todo trabalho desenvolvido na área de pesquisa e conservação, para seguir com suas grandes descobertas e compartilhamento de informações relevantes para a re/construção de nossa história; elo entre o passado, o presente e o futuro.

Prêmio Especial: Uma unânime decisão

O projeto Memorial Pretos Novos, eleito por unanimidade por nossa bancada de jurados, receberá o prêmio de 100 mil reais, para dar continuidade as suas ações.
Segundo o jurado Elisio Lopes Jr, roteirista dramaturgo e diretor artístico (atuou como gestor cultural inicialmente na Fundação Cultural do Estado da Bahia depois, em junho de 2009, tornou-se Diretor Nacional de Fomento e Promoção da Cultura Afro-brasileira na Fundação Cultural Palmares, órgão vinculado ao Ministério da Cultura do Brasil, onde coordenou importantes ações culturais),  “É preciso fazer conviver a preservação e a difusão do patrimônio cultural e histórico afro-brasileiro com os novos meios de comunicação. Só assim será concreta o reconhecimento do nosso legado, e o entendimento da grandeza da cultura negra para esse país. (...) O Memorial Pretos Novos, (...) criado sob o antigo Cemitério dos Pretos Novos, faz nascer, em todas as suas ações, um orgulho e uma ancestralidade potente e reveladora. Com esse prêmio, toda a comissão reverencia e aplaude essa iniciativa, concedendo o prêmio especial para o qual fomos designados a julgar. (...). Essa experiência só reafirma a dimensão continental e negra desse país, onde precisamos dia a dia catar os cacos do racismo que persistem em furar nossos pés e tornar a nossa caminhada mais árdua. Mas, o que fica claro a cada dia é que toda dor torna as nossas vitórias cada vez mais sagradas! ”

Nenhum comentário:

Postar um comentário