EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Dida Bar festeja a independência de Cabo Verde




Ontem, foi dia de festejar no Dida Bar. Aberto em Dezembro de 2015, a casa faz parte do Polo Gastronômico da Praça da Bandeira, e já virou o queridinho do bairro, onde realiza uma invasão gastronômica africana.
E nada como reverenciar grandes culturas. Recebeu um grupo de estudantes e empreendedores caboverdianos para saudar a data do dia 5 de Julho, onde comemoram a independência de Cabo Verde.




E sabem como ninguém celebrar, com músicas e iguarias africanas. E duas pessoas comandaram a noite, Ernani Morais, que é Cabo Verde, e com ele, trouxe quitutes tradicionais para o encontro, como a Katchupa e o Frignot. Omúsico Zek Pessoa, mandou ver na voz e vilão e fez um fez um revival com músicas africanas e MPB, arrasou com “Sodade’, de Cesaria Evora, entre outras. No grupo, presença ilustre do caboverdiano da Ilha de São Nicolau. Sr. Pedro António dos Santos - Cônsul Geral Honorário de Cabo Verde no Rio de Janeiro e da esposa Virginia de Brito Monteiro dos Santos.  
“Considero uma convivência que é uma verdadeira lição de vida, onde aprendemos mutuamente. A data 5 de julho, inicia a nossa maioridade, onde passamos a ser responsável pelo nosso destino. É o momento de pensar Cabo Verde, avaliar sua trajetória, de modo a compreender sua evolução, com muito orgulho e pura emoção. Momento que orgulhamo-nos pelos nossos heróis, em especial Amílcar Cabral, que através de sua ideologia, hoje temos uma nação vencedora, considerada como modelo a ser seguido no continente africano”, afirmou o Pedro dos Santos.  
- Em 5 de julho de 1975, foi proclamada a independência de Cabo Verde, território colonizado pelo império português a partir de meados do séc. XV. O surgimento do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) serviu para congregar e lutar pelas aspirações autonomistas e independentistas nos territórios insulares de Cabo Verde e da Guiné-Bissau a partir de1956. Com o advento do 25 de Abril e, por conseguinte, o fim da Guerra Colonial, a independência do arquipélago viria a concretizar-se a 5 de julho de 1975. 
Fotos Bi & Ro

Nenhum comentário:

Postar um comentário