EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

A primeira edição do Afro Dida de 2017 vem embalada por iguarias Senegalesas



Fonte : Rozangela Silva
Fotos Dida / Divulgação

A primeira edição do Afro Dida de 2017
vem embalada por iguarias Senegalesas, nos dias 21 e 22 de Janeiro
E no domingo, show do grupo ÀWÚRÉ

A gastronomia oriunda da África Ocidental é a estrela bem aqui, na Praça da Bandeira, e ganha status de grandeza. A quitutes senegalenses têm como pratos principais os preparos à base de carne e peixe, que são apresentados de diversas maneiras. O Afro Dida traz o prato nacional “Thieboudienne”. É pronunciado "tche-budjene" que significa "arroz com peixe". A iguaria é preparada com peixe, vem com legumes, tomate, cenoura, cebola, batata, quiabo, repolho e arroz cozido no molho dos vegetais. Por R$ 69,00 - servindo para 2 pessoas.

Thieboudienne - Senegal

Mas o frango, também se destaca, como e o caso de outra comidinha típica: “Yassa de Frango”, muito simples e saboroso. A preparação é elaborada em três etapas, consiste principalmente de frango, cebola, mostarda e o aroma da pimenta. Por R$ 35,00 - prato individual.                       
E nada como iniciar essa incursão de sabores com as entradinhas com “Caldo de Abóbora com Gengibre”; “Cestinha de Vegetais”; e uma surpresinha incrível, o trio sai por R$ 10,00.
Outra dica bacana fica a cargo “Caril de Camarões”, que foi apresentado em edições anteriores e volta devido ao grande sucesso. É preparado com camarão, vem em molho espesso de tonalidade amarelada, com toques de açafrão, cominho, coentro e curry. Para tornar mais saboroso é servido no abacaxi. Por R$ R$ 45,00 - prato individual. A sugestão é uma inspiração de Moçambique.
Cada prato acompanha uma sobremesa de Doce de Banana.

Caril de Camarões 

E quem disse que acabou? - 3 sugestões de bebidinhas também ganham notoriedades. Com criação do Ajeum da Diápora (Salvador): “Fufu”, que é uma batida de coco com gengibre, “Dedeu”, batida fresca de Tamarindo e o “Jaja”, drink feito de maracujá, por R$ 7,00 – cada.
O encontro Afro Dida, era apresentado sempre apenas no 3° sábado de cada mês, mas agora é realizado em dois dias – sábado e domingo. Tem o intuito de realizar uma grande invasão afro no Rio.

E para abrilhantar essa edição, o domingo, dia 22
show do grupo ÀWÚRÉ

O termo ÀWÚRÉ faz parte do grande acervo de palavras do Yorubá e tem a sua formação um tanto complexa (*À*= nos ou nós, *WÚ* = desejar e *RÉ* ibukun = su as bênçãos); mas que atravessou o tempo e até hoje é falado, ao lado de outros idiomas, na parte oeste da África. Principalmente na Nigéria, Benim, Togo e Serra Leoa. Em grande parte dos cânticos sagrados em reverência aos deuses africanos, o termo aparece fazendo menção e desejo de sorte, bênçãos, prosperidade, coisas boas de forma geral.

E com o propósito de levar tais coisas boas, tendo a música como elemento de ligação e os tambores como o catalisador dessa energia ancestral, surge o grupo ÀWÚRÉ. Formado a partir de encontros despretensiosos, por integrantes cheios de bagagens e vindos de diferentes escolas, o grupo tem como mola mestra de impulsão do trabalho, o tradicional samba. Além da diversidade de ritmos e sons, é o que marca a concepção musical adotada. Um passeio pelas diversas formas de samba, pelo Jongo, ijexá, coco e alguns toques do candomblé; o grupo trabalha dentro de um respeito ao sagrado e como forma de preservação cultural. Show às 16h, com couvert artístico por R$ 10,00.
Dida Bar e Restaurante 
Rua Barão de Iguatemi, 408 / Praça da Bandeira
Telefone: 2504 0841
Aberto: terça e quarta, das 16h até 0h / quinta, sexta e sábado: das 12h até 0h e domingo, das 12h até 20h

Formas de Pagamento: Cartões de débito: Visa e Mastercard
Cartão de Credito: Visa e Mastercard / Ticket Restaurante / Sodexo / Alelo
Capacidade: 40 lugares

Nenhum comentário:

Postar um comentário